PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
3 out 2016

“A Voz do Brasil” joga contra a sobrevivência do rádio


Desde muito tempo, com a mais justa das razões e o apoio de quase ninguém – CBN e Globo entre as poucas, a rádio Jovem Pan levantou a voz contra a obrigatoriedade de transmitir a “A Voz do Brasil” no horário das 7 da noite.

Uma imposição que vem desde setembro de 1935, quando um amigo de infância do então presidente Getúlio Vargas sugeriu a sua criação e ela acabou por se tornar um compromisso inquestionável na vida das emissoras. No começo era “Hora do Brasil” e, além do próprio rádio, só existiam alguns raros jornais e poucas revistas.

Entre efetivos, interinos, mais uma ditadura e outros que nem sei, 25 governos se passaram. Tivemos o nascimento da televisão, depois dela outros tantos meios de comunicação, e o homem até chegou na Lua, mas não houve quem desobrigasse o rádio de carregar esse fardo por mais de 81 anos até agora.

Sem entrar no mérito da utilidade de tal noticiário ou a que tipo de público consegue se dirigir, por que não limitar a sua transmissão aos próprios veículos do governo e deixar que o rádio comercial, como outro qualquer setor do mundo atual, possa seguir com sua programação normal, a tão necessária prestação de serviços e ampliar condições para resistir os rigores que atingem o cotidiano de todos?

O rádio tem, hoje, em “A Voz do Brasil”, um dos piores instrumentos contra a sua sobrevivência.

familia_21

Então é assim

Foram realizados em São Paulo, semana passada, os primeiros grupos de discussão da novela “Sol Nascente”, da Globo, 18 horas.
Entre os dados positivos, a constatação que a história não encontrou rejeição nos grupos pesquisados.

Porém…

Em todo esse trabalho, realizado durante dois dias com cinco grupos de mulheres, ficou claro o desejo do público para que “Sol Nascente” se torne “mais folhetim” e abra mais espaço para o romance e ação.
Laura Cardoso, só pra variar, foi apontada como principal nome do seu elenco.

Duplo comando

A partir desta semana, Frederico Oliveira assume a direção- geral do “Mais Você”, na Globo, junto com Vivi De Marco.
Caberá a ele, daqui em diante, a responsabilidade de executar o programa, colocar no ar, gerenciar gravações e equipes, enquanto a Vivi ficará voltada exclusivamente para pautas e conteúdo.

UOL

Comentários

Nome

E-mail

Comentário