PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
2 dez 2015

Vasco venceu o Coxa no Couto até quando caiu e se apega no retrospecto


5630381489c60Para o Vasco, tão importante quanto secar Fluminense e Avaí é vencer o Coritiba, domingo, para manter vivo o sonho de permanecer na elite do futebol brasileiro. A favor do Cruz-Maltino, pesa o bom retrospecto no Couto Pereira, palco deste jogo decisivo. Foi lá, por exemplo, que o clube conquistou a Copa do Brasil 2011, em cima do próprio Coxa.

No total, o Vasco disputou 16 jogos oficiais contra o Coritiba no estádio. Foram sete vitórias cruz-maltinas, quatro empates e cinco triunfos do Coxa. Vale lembrar que uma dessas partidas que o time paranaense venceu foi justamente aquela final da Copa do Brasil, há quatro anos, mas o 3 a 2 não foi suficiente para faturar o título.

Nos últimos dez anos, o rendimento no Couto Pereira é ainda mais favorável ao Vasco. Dos cinco confrontos, foram três vitórias e duas derrotas. Os dois resultados negativos, porém, não foram tão lamentados. Um foi a decisão da Copa do Brasil que o Cruz-Maltino acabou campeão, como já citado. O outro foi três dias antes daquela partida, quando o time dirigido por Ricardo Gomes jogou somente com reservas e levou 5 a 1.

Aos supersticiosos, há um dado que não interessa tanto ao Vasco: nas duas vezes que foi rebaixado o Cruz-Maltino venceu o Coritiba como visitante: 2 a 0 em 2008 e 1 a 0 em 2013. Agora pode ser rebaixado mesmo em caso de vitória, caso o Figueirense ganhe do Fluminense em casa ou o Avaí supere o Corinthians na Arena Corinthians.

Em São Januário, o ninguém quer saber de retrospecto ou dos rivais. O interesse é vencer o Coritiba, como disse o volante Serginho:

– Penso no momento. Crescemos muito na competição. Estamos confiantes para essa partida no Couto Pereira, mas sempre com muito respeito pelo adversário. Esse é o nosso pensamento. Vamos em busca dos três pontos, que é o que nos interessa.

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário