PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
28 jun 2015

Vasco supera o Flamengo e obtém sua primeira vitória no Brasileirão


Vasco_x_Flamengo-Riascos_comemora_LANIMA20150628_0189_54Celso Roth foi absolutamente prático em sua estreia pelo Vasco, pois o que interessava, na realidade, era obter a primeira vitória no Brasileiro. Assim, contrariou a lógica do time grande, e o fez jogar como pequeno: pôs o time atrás, marcou um gol, segurou o resultado de 1 a 0 e quebrou dois tabus: ganhou enfim no Brasileiro e derrotou o Flamengo pela primeira vez no campeonato desde 2006. Ambos, porém, permaneceram abraçados no indigesto Z-4. O Rubro-Negro tem apenas sete pontos, enquanto o Cruz-Maltino deixou a lanterna, mas ainda soma somente seis pontos.

O Vasco entrou colocando em prática uma estratégia previsível, recuado para apostar nos contra-ataques, bloqueando a dificuldade que o adversário tem habitualmente para superar as suas limitações. Na realidade, não seria exagero afirmar que os dois times são fracos, como se pode observar na tabela. Mas os cruz-maltinos conseguiram aproveitar melhor as deficiências do Flamengo, por isto abriram o placar logo aos 15 minutos. Madson passou com facilidade por Anderson Pico, que caminhava em campo, foi à linha de fundo e cruzou para Riascos, cabecear de peixinho no meio da área, sem ser incomodado.

O Vasco permaneceu atrás, dando a posse da bola ao rival, mas nada digno de registro ocorreu até o fim do primeiro tempo, pois se o time de São Januário errou as tentativas de sair em velocidade, o da Gávea não acertou um único chute na direção de Charles.

O Flamengo voltou para a etapa final com Alan Patrick no lugar de Anderson Pico, que só recebia vaias, deslocando Everton para a lateral-esquerda. E procurou esboçar uma reação, que esbarrava sempre na marcação exercida pelo Vasco a partir de seu campo. A equipe de Celso Roth estava de tal forma recuada que o próprio técnico procurou torná-la mais ofensiva, pelo menos nas substituições que fez entre os 12 e 14 minutos, trocando Jhon Cley e Riascos respectivamente por Rafael Silva e Thalles. Cristovão Borges lançou Marcelo Cirino e Paulinho, e no entanto, manteve os três volantes. De qualquer jeito, ao ver o Flamengo com três atacantes, pôs Lucas no meio, aproveitando que Gilberto saiu machucado.

Mas o fato é que a bola continuou apanhando, tantos os erros de passes, e os chutões da zaga cruz-maltina. Aos 34, vejam só, o time da Gávea conseguiu pela primeira vez levar perigo a Charles, concluindo forte para ótima e oportuna defesa do goleiro. Sem opção, dada a ausência da criatividade, o Flamengo passou a levantar bolas na área, transformando definitivamente a partida num espetáculo paupérrimo.

Mas a vitória do Vasco foi de grande importância, para a sua sequência no campeonato. E o Flamengo foi trágico. Na próxima rodada, quarta-feira, o Rubro-Negro visita o Joinville, em Santa Catarina, enquanto o Cruz-Maltino recebe o Avaí, em São Januário.

FICHA TÉCNICA:
VASCO 1 X 0 FLAMENGO

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 28 de junho de 2015 (domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Renda: R$ 1.154.950,00
Público: 14.010 pagantes/ 16.602 presentes
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Guilherme Dias Camilo (SC)
Cartões amarelos: Serginho, Jhon Clay, Charles e Madson (Vasco)

Gol: Riascos, aos 15’/1°T (1-0)

VASCO: Charles, Madson, Anderson Salles, Rodrigo e Christianno; Serginho e Guiñazú; Riascos (Thalles, aos 14’/2°T), Jhon Cley (Rafael Silva, aos 12’/2°) e Julio Cesar; Gilberto (Lucas, aos 25’/2°T). Técnico: Celso Roth.

FLAMENGO: Cesar, Luiz Antonio, Wallace, Samir e Anderson Pico (Alan Patrick, intervalo); Jonas, Márcio Araújo e Canteros; Everton (Paulinho, aos 24’/2°T), Eduardo da Silva (Marcelo Cirino, aos 18’/2°T) e Emerson Sheik. Técnico: Cristovão Borges.

 LANCENET!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário