PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
3 nov 2018

Vasco bate o Fluminense e respira no Brasileiro


Vasco conseguiu um resultado muito importante na sua briga para se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Em partida disputada na tarde deste sábado, no Maracanã, a equipe de São Januário derrotou o Fluminense por 1 a 0, gol marcado por Maxi López, de pênalti, no segundo tempo.

A vitória no clássico carioca fez a equipe de São Januário chegar aos 38 pontos ganhos e subir para a 12ª posição. O Fluminense segue com 40 pontos ganhos na décima colocação.

O jogo foi muito equilibrado e o Vasco foi muito feliz ao aproveitar a oportunidade para decidir o jogo. O time dirigido por Alberto Valentim não foi brilhante, mas soube suportar a pressão de um adversário que começou acomodado, mas que mudou de comportamento ao sofrer o gol e passou a pressionar em busca de um resultado melhor, o que acabou não conseguindo.

Na próxima rodada, o Fluminense vai receber o Sport, no Maracanã, às 19h (de Brasília), no dia 11 de novembro, domingo. Já o Vasco vai encarar o Grêmio na Arena, em Porto Alegre, no mesmo dia, às 17h (de Brasília).

O jogo

O Fluminense saiu para o ataque desde os primeiros minutos, e o lateral Ayrton Lucas era o mais acionado pelo lado esquerdo. O Vasco se mostrava mais cauteloso, deixando a iniciativa para o adversário. Mesmo assim, o time de São Januário chegou primeiro com um chute de Yago Pikachu que não levou perigo.

O Fluminense respondeu aos sete minutos com boa jogada de Ayrton Lucas que se livrou da marcação e bateu forte, mas a bola desviou em Werley e saiu para escanteio.

O jogo ficou mais aberto e o Vasco passou a se comportar de forma mais agressiva, colocando a defesa tricolor em dificuldades. Após cruzamento, Fabrício cabeceou e Júlio César fez a defesa.

Depois de um início animador, o time dirigido por Marcelo Oliveira passou a encontrar dificuldades para penetrar na defesa cruz-maltina. Já o Vasco tinha mais posse de bola, mas também não conseguia criar boas condições para Maxi López, muito isolado entre os zagueiros tricolores.

O ritmo da partida caiu porque as duas equipes se preocupavam mais em bloquear as jogadas dos adversários do que construir ações eficientes de ataque.

Aos 22 minutos, o primeiro grande momento de vibração. Matheus Alessandro foi derrubado por Luiz Gustavo na entrada da área. Luciano bateu, a bola desviou na barreira e se chocou com o travessão quando Martín Silva já estava batido. A jogada animou o Tricolor das Laranjeiras e, aos 25 minutos, Luciano voltou a concluir com perigo, mas a bola saiu.

Aos 31 minutos, o Fluminense criou nova chance para marcar. Digão fez bom lançamento para Luciano que concluiu para grande defesa de Martin Silva. O Vasco seguia encontrando dificuldades para penetrar na defesa tricolor e gastava mais energia tentando evitar que o adversário chegasse ao gol.

Aos 41 minutos, Léo recebeu bom passe na direita e cruzou para a entrada de Luciano, mas o zagueiro Luiz Gustavo conseguiu evitar que a bola chegasse ao atacante.

No final do primeiro tempo, as duas torcidas se uniram para vaiar a má atuação das suas equipes.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo. Logo aos três minutos, Léo cruzou e Matheus Alessandro cabeceou para fora. A resposta do Vasco veio no minuto seguinte quando Andrey experimentou, da entrada da área, e obrigou Júlio César a uma defesa muito difícil.

O time comandado por Alberto Valentim voltou melhor no segundo tempo e passou a pressionar em busca do primeiro gol. E aos 14 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Thiago Galhardo cruzou na área e a bola bateu no braço de Paulo Ricardo. O árbitro marcou pênalti que Maxi López converteu com categoria, chutando no canto esquerdo de Júlio César.

Depois de sofrer o gol, o técnico Marcelo Oliveira decidiu alterar o esquema tático do Fluminense. Ele tirou o zagueiro Paulo Ricardo e colocou o atacante Luciano.

Atuando com três atacantes, o Fluminense passou a pressionar em busca do gol de empate. Alberto Valentim decidiu renovar o setor ofensivo e colocou Rildo na vaga de Marrony. Foi a primeira aparição de Rildo depois de se recuperar da lesão sofrida no início da temporada e que o tirou da equipe por vários meses.

Aos 32 minutos, o Tricolor das Laranjeiras esteve muito perto de chegar ao empate. Everaldo fez ótima jogada individual e rolou para a conclusão de Sornoza, mas o chute do equatoriano acabou sendo desviado para escanteio.

O Tricolor das Laranjeiras seguia pressionando em busca do gol de empate e,aos 39 minutos, após confusão na área, a bola sobrou para Digão que bateu com muita força, mas a bola saiu bem perto da trave defendida por Martín Silva.

O Vasco só voltou a incomodar aos 41 minutos quando Rildo foi lançado pela esquerda e fez bom passe para Thiago Galhardo que teve o seu chute bloqueado pela zaga.

Nos minutos finais, o Fluminense aumentou a pressão em busca do gol de empate e após cruzamento de Ayrton Lucas, aos 43 minutos, Everaldo chutou, mas a zaga do Vasco salvou outra vez.

Aos 47 minutos, Ayrton Lucas recebeu de Jadson e mandou a bomba, mas Martín Silva fez grande defesa, evitando o gol do empate.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ 0 X 1 VASCO-RJ

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 3 de novembro de 2018 (Sábado)
Horário: 17h(de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Cartão Amarelo:Luciano, Ibañez (Flu); Ramon, Willian Maranhão, Martín Silva, Leandro Castán (Vas);

Gols:
VASCO: Maxi López, aos 14 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Júlio César, Paulo Ricardo (Luciano), Ibañez e Digão: Léo(Igor Julião), Richard, Jadson, Sornoza e Ayrton Lucas; Matheus Alessandro (Júnior Dutra) e Luciano
Técnico: Marcelo Oliveira

VASCO: Martín Silva, Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castán e Ramon; Andrey (Raul), Willian Maranhão, Yago Pikachu e Fabrício (Thiago Galhardo); Marrony (Rildo) e Maxi López
Técnico: Alberto Valentim

 

Fonte: Gazeta Esportiva 

Comentários

Nome

E-mail

Comentário