PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
19 jul 2015

Testemunha-chave da chacina de Itajá é amarrada e linchada em Parnamirim


5666666666666A irmã do comerciante Francisco de Assis Júnior, 38 anos, apontado como mentor da chacina em Itajá, foi amarrada, espancada e quase teve o corpo queimado. Segundo a Polícia Civil, o atentado aconteceu em Nova Parnamirim.

Ela é testemunha-chave do massacre das cinco mulheres em prostíbulo na última quarta-feira (15). Ela relatou aos policiais que foi abordada por três homens encapuzados após descer de um ônibus em Nova Parnamirim, na Grande Natal. A vítima foi arrastada para um matagal nas proximidades da avenida Maria Lacerda, amarrada em uma árvore e espancada.

ScreenHunter_226-Jul.-15-06.34-620x376Ainda segundo a vítima, um dos agressores teria recebido uma ligação telefônica dando ordem para que ela fosse queimada viva. Os criminosos atearam fogo na arvore e em seguida fugiram. Uma moradora ouviu os gritos de socorro e acionou a polícia.

A mulher foi atendida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada para o Hospital Regional Deoclécio Marques, onde recebeu atendimento médico.

A Polícia Civil ouviu o relato da vítima, que está sob proteção da Secretaria de Segurança Pública do Estado, e iniciou investigações na tentativa de localizar e prender os três suspeitos.

Segundo investigações, a irmã de Francisco de Assis seria morta em uma queima de arquivo por ter denunciado o irmão, preso na última sexta-feira (17).f_14

Segundo o delegado Normando Feitosa, Francisco de Assis gerenciava o bordel financeiramente e estava insatisfeito com a condução do negócio feita pela mulher que tomava de conta da “casa”.

LEIA MAIS: Vídeo: Cinco mulheres são mortas dentro de cabaré em Itajá/RN

Mossoró Hoje

Comentários

Nome

E-mail

Comentário