PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
9 fev 2018

Sobe e desce: César e Jefferson protagonizam clássico dos opostos


O tempo pode ser o remédio de tudo. Ou pode causar o declínio. Não que seja uma mudança de postura, mas o clássico das semifinais da Taça Guanabara, entre Flamengo e Botafogo, no Raulino de Oliveira, trará a linha tênue entre mudanças que podem acontecer. No gol dos arquirrivais, de um lado um ídolo, agora criticado, do outro um jovem outrora esquecido. Essa é a tônica do confronto entre César, do Fla, e Jefferson, do Glorioso.

Ídolo da torcida, Jefferson convive com um inferno astral, em apenas seis jogos na temporada. Com Gatito machucado, ele voltou à titularidade, mas vem sendo muito questionado. Algumas falhas já são citadas e o estopim foi a eliminação para a Aparecidense, na Copa do Brasil. Ali, uma foto mostrando o goleiro sorrindo após o vexatório revés irritou os torcedores. Pela primeira vez, talvez por estarem de cabeça quente, o camisa 1 é questionado pelos fãs.

– O que mais me doeu foi ver a torcida que amo de paixão duvidando do meu caráter. É igual a sua esposa e seu filho duvidarem de você. Mas também sei que foi uma minoria. Nós não dormimos direito desde então. A gente sente muito, lamenta muito. Temos que levantar a cabeça porque temos jogos importantes pela frente – desabafou.

Já César vive uma lua de mel com a torcida rubro-negra e pode dar dor de cabeça para o técnico Paulo César Carpegiani. Desde que entrou como titular, o goleiro substituiu a altura Diego Alves e acabou com o trauma dos flamenguistas, em especial com as entradas esporádicas de Alex Muralha. O arqueiro sabe que o momento é maravilhoso. E quer mais.

– Eu consegui me sair bem no fim do ano passado e estava pronto para quando surgiu a oportunidade. Agora em 2018, também começo bem e confiante, espero que o Flamengo faça uma grande temporada e brigue por todos os títulos que disputar. Quero ajudar muito esse clube – garantiu o arqueiro.

A carreira de Jefferson foi consolidada no Alvinegro. César vê o rival como inspiração. Futebol é momento, uma das máximas do esporte. E dessa vez, pelo momento de cada, o goleiro rubro-negro está em pequena vantagem. Porém, as coisas podem mudar.

 

 

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário