PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
24 dez 2014

Sertão tem as escolas com piores médias da Paraíba no Enem


9888888888888888As quatro escolas com piores médias da Paraíba no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão localizadas no Sertão. A 101ª pior do país e instituição com a nota mais baixa da Paraíba é a estadual Coronel Zuza Lacerda, de Curral Velho. O cálculo aritmético do G1 toma por base as notas por escola das provas objetivas no Enem 2013, divulgadas na segunda-feira (22) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A reportagem do G1 tentou entrar em contato com a Secretaria de Estado da Educação (SES), com a assessoria de comunicação e a secretária Márcia Lucena, para comentaríos sobre o resultado das avaliações do Ministério da Educação (MEC), mas as ligações não foram atendidas.
Foram avaliadas 344 instituições públicas e privadas da Paraíba. O ensino particular segue como o melhor da Paraíba, enquanto a educação nas escolas estaduais obteve os piores resultados nas médias.
Segundo o levantamento, as cinco instituições com as médias mais baixas da Paraíba são da rede estadual de ensino. A pior pontuação na prova objetiva, obtida pela Escola Estadual Coronel Zuza Lacerda, em Curral Velho, foi 425,53.

A segunda pior é a Escola Estadual Joel Pereira da Silva, no município de Carrapateira, com média 427,47. A terceira nota mais baixa foi da Escola Estadual Izidra Pacífico de Araújo, no município de Sousa, que fez 427,82 pontos. A quarta pior média, de 429,38 pontos, foi da Escola Estadual José Américo de Almeida, em São José de Espinharas.

Todas as cidades pertencem ao Sertão paraibano. Apenas a quinta pior nota no ranking é de São Sebastião do Umbuzeiro, no Cariri do estado, com a Escola Estadual Malaquias Batista Feitosa, que marcou 431,38 pontos.

Notas do Enem por escola

Os dados do Inep trazem as médias dos alunos de cada escola em cada uma das quatro provas objetivas (ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e matemática), e também na redação. Só foram consideradas na lista do Inep as escolas em que pelo menos 50% de seus alunos do terceiro ano do ensino médio participaram do Enem 2013. Pelo segundo ano consecutivo, o governo federal decidiu não divulgar a média geral do Enem por escola, e apresentou apenas a média em cada uma das quatro provas objetivas e da prova de redação.

Comentários