PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
29 out 2015

‘Sensação de insegurança é real’, diz secretário de segurança da Paraíba


56566565566556O secretário da segurança pública da Paraíba, Cláudio Lima, admitiu que no último final de semana houve um ‘pico’ de crimes no estado. Mas ele garante que a polícia está empenhada em dar uma reposta para tudo isso. “Esse pico, esses casos não vão continuar, pode ter certeza”, disse nesta quarta-feira (28) em entrevista à TV Cabo Branco.

O secretário reconheceu que existe a sensação de insegurança em João Pessoa. “Essa sensação de insegurança é real e o cidadão tem razão”, ressaltou. Ele acrescentou que entre sexta-feira (23) e segunda-feira (26), mais de 70 pessoas foram presas e 18 armas apreendidas. “E mesmo assim houve essa situação”, reconheceu ele.

Entre os crimes que ganharam destaque estão o caso da criança baleada quando comemorava o próprio aniversário no Bairro Treze de Maio, na segunda-feira (26), e dois homicídios em menos de uma hora, no mesmo dia, na Zona Norte da cidade. Diante disso, o secretário contou que a polícia vai realizar operações diariamente e começa a partir desta quarta-feira a operação ‘Fecha Batalhão’. “Ninguém vai dar trégua para criminoso, bandido. A ordem é reforçar”, disse o secretário.

Segundo o secretário, no caso bairro do Geisel, em João Pessoa, onde pelo menos dois adolescentes ficaram feridos em um tiroteio na noite da terça-feira (27), a região vai receber policiamento 24 horas e já foram identificados alguns suspeitos que estariam envolvidos na ação.
“Essa sensação de insegurança é real, o cidadão tem razão.

Efetivo da Polícia Militar

Sobre o efetivo da Polícia Militar, o secretário Cláudio Lima comentou que o Governo tem contratado na medida da sua capacidade e reconheceu que o estado precisa aumentar o efetivo, porém, ressaltou que 520 policiais militares estão sendo preparados para serem enviados para os trabalhos na rua até o início de dezembro.

Conforme dados registrados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), o efetivo da Polícia Militar da Paraíba caiu cerca de 5,4% em cinco anos. Em 2010 os paraibanos contavam com a proteção de 9.793 policiais, enquanto em 2015 a Polícia Militar possui 9.264 policiais.

Assassinatos na Paraíba

A Paraíba registrou 349 vítimas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no terceiro trimestre de 2015. O dado é do boletim do programa Paraíba Unida Pela Paz, do Governo do Estado. Entre janeiro e setembro, o estado teve 1.105 registros desse tipo de crime, que engloba homicídios dolosos, ou seja, com a intenção de matar, e demais crimes violentos e dolosos que resultem em morte. Entre janeiro e setembro do ano passado, o total de crimes deste tipo registrados havia sido 1.057.

G1 – PB

Comentários

Nome

E-mail

Comentário