PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
14 mar 2015

Sem intensidade e mal na criação, Corinthians empata com Red Bull


O Corinthians não conseguiu vencer sua sexta partida consecutiva. Sem a mesma intensidade e inspiração de outras jornadas, a equipe de Tite apenas empatou sem gols com o Red Bull Brasil, na tarde deste sábado, pelo Campeonato Paulista, frustrando mais de 31 mil torcedores na Arena Corinthians. Um resultado que também foi consequência do bom futebol apresentado pela equipe de Campinas, que, bem distribuída em campo, soube anular as principais tentativas do Timão.

Foram dois tempo parecidos. O que se viu nos primeiros 45 minutos foi o time da casa de freio de mão puxado. Aquela velocidade tradicional da equipe quando joga em seus domínios e aquela verticalidade que empurra o adversário para trás passaram longe de Itaquera. Quem foi à Arena ou viu pela televisão ficou com a impressão de que o foco não era o mesmo da maioria das partidas desta temporada.

Com exceção da possibilidade de Cristian dar lugar a Renato Augusto ou Danilo, essa mesma equipe estará em campo na próxima terça-feira, contra o Danubio, pela Libertadores. Talvez esteja aí a resposta por essa falta de concentração e intensidade do Timão diante do Red Bull Brasil, que, por sua vez, fez um grande trabalho. Com marcação forte e bem distribuído, a equipe de Campinas fez seu jogo, criou dificuldades e deu alguns sustos na Fiel.
campeonato_paulista-arena_corinthians_LANIMA20150314_0060_56

Ralf disputa bola com Jocinei, do Red Bull (Foto: Miguel Schincariol/LANCE!Press)

Tite percebeu a inoperância do Corinthians e, no intervalo, tirou Cristian e lançou Vagner Love. Colocar mais poder de fogo era obrigação para quem jogava em casa. E, realmente, houve uma melhora. O adversário passou a não dar marcar tão perfeitamente. E a melhor chance não demorou para sair – foi com Love, que, após receber de Elias, bateu cruzado com perigo. Mas foi uma melhora momentânea.

A marcação do Red Bull Brasil ainda era eficiente, e a equipe de Tite tinha enorme dificuldade para criar lances de perigo. O tempo passava, as jogadas não eram construídas e a torcida se irritava, até mesmo com as marcações do árbitro. Foi assim até o fim, mesmo com as entradas de Luciano e Malcom. O Corinthians não fez por merecer a vitória, e a equipe de Campinas não fez por merecer a derrota. Resultado justo em Itaquera.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 0 RED BULL BRASIL

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 14/3/2015 – 16h
Árbitro: Vanderlei Martinucho (SP)
Auxiliares: Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP) e Renata Ruel Xavier de Brito (SP)
Renda/Público:
R$ 1.569.799,20/31.471 pagantes
Cartões Amarelos: Elias e Fágner (COR); Marcelo (RBB)

CORINTHIANS: Cassio, Fágner; Felipe, Gil e Uendel; Ralf, Cristian (Vagner Love, intervalo), Elias, (Malcom, 32’/2ºT), Jadson e Emerson Sheik (Luciano, 35’/2ºT); Guerrero. Técnico: Tite.

RED BULL BRASIL: Juninho, Everton Silva, Anderson Marques, Fabiano Eller e Romário; Willian Magrão, Andrade, Jocinei (Marcelo, 19’/2ºT), Lulinha e Allan Dias (Wilson Jr, 26’/2ºT); Edmílson (Isac, 31’/2ºT).  Técnico: Maurício Barbieri.

LANCENET!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário