PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
6 ago 2017

São Paulo perde do Bahia e termina primeiro turno na zona do rebaixamento


Na briga contra a degola, o Bahia conseguiu pôr fim a um incômodo jejum diante de seus torcedores e venceu o São Paulo por 2 a 1, em jogo nervoso e marcado pela arbitragem neste domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Os donos da casa não ganhavam na capital soteropolitana desde o último 8 de junho, quando ainda brigavam na parte de cima da tabela e bateram o Cruzeiro.

Mais do que isso, após a saída de Guto Ferreira para o Inter, chegada de Jorginho e posterior demissão do tetracampeão, observou o seu estilo agressivo e rápido que encantava no início se esvair.

Não dá para dizer que esse futebol voltou neste fim de semana.

Ainda assim, foi o suficiente para em cinco minutos encaminhar o resultado contra o São Paulo na Fonte Nova.

Aos 40 minutos, Mendonza fez grande enfiada para Rodrigão, que mandou no meio da área para Régis, desmarcado de Eder Militão, completar sozinho e abrir o placar.

Pouco depois, aos 43, outro prata da casa, Araruna, falhou na saída de bola, Rodrigão cortou e a sobra ficou com Zé Rafael. Ele mandou para Régis, que avançou e cruzou para Mendonza, sozinho, ampliar. O colombiano estava em posição de impedimento.

Em seguida, aos 45, o goleiro Jean saiu estabanado do gol, derrubou Pratto antes de cortar bola dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Hernani foi para a cobrança e diminuiu antes da ida para o intervalo.

Na volta dos vestiários, o domínio foi quase todo ele do São Paulo, que aproveitou o recuo do Bahia, que sofreu com os problemas físicos de Armero e Zé Rafael, que tiveram de ser substituídos.

Mendoza

A atuação do juiz João Batista de Arruda acabou sendo motivo de protesto de ambos os lados: suposto pênalti no zagueiro Tiago, empurrão do defensor dos anfitriões em Petros e pedido de cartão vermelho, impedimento em gol do Bahia e pênalti não marcado em Militão, entre outros.

Foram 24.517 mil torcedores em Salvador.

Com o resultado, o Bahia sobe para a 13ª colocação, com 23 pontos, e deixa o São Paulo afundado no Z-4, em 17º lugar, com 19.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 06 de agosto de 2017, domingo
Horário: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Público: 24.082 pagantes
Renda: R$ 667.377,00
Cartão Amarelo: Régis, Eduardo, Tiago e Jean (Bahia); Marcinho e Cueva (São Paulo)
Gols: BAHIA: Régis, aos 39, e Mendoza, aos 43 minutos, do 1º tempo
SÃO PAULO: Hernanes, aos 48 minutos do 1º tempo

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero (Juninho Capixaba); Renê Júnior, Edson, Zé Rafael (Allione) e Régis (Juninho); Mendoza e Rodrigão. Técnico: Preto Casagrande (interino)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Araruna, Militão, Arboleda e Edimar (Júnior Tavares); Jucilei (Marcos Guilherme), Petros e Hernanes; Marcinho (Brenner), Lucas Pratto e Christian Cueva. Técnico: Dorival Júnior

Fonte: ESPN

Comentários