PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
9 set 2017

São Paulo abre 2 a 0, mas cede empate a Ponte e se afunda no Z4


Havia uma Ponte no meio do caminho, no meio do caminho havia uma Ponte.

Tudo caminhava bem para o São Paulo. Hernanes, o Profeta, já tinha aberto o mar vermelho, branco e preto em cobrança de falta magistral no primeiro tempo. Estreante, o zagueiro Bruno Alves explodiu o Morumbi ao fazer 2 a 0. Mas havia uma Ponte Preta no meio do caminho, que foi buscar com muita garra e empatou o duelo em 2 a 2 na noite deste sábado. Resultado que afunda cada vez mais o Tricolor na zona do rebaixamento, na mesma 19ª colocação. agora com 24 pontos.

O lance capital, que transformou a partida e o ânimo do são-paulino, foi aos 17 minutos do segundo tempo. O São Paulo vencia por 2 a 0 e a torcida cantava a plenos pulmões na arquibancada. Mas a Ponte cobrou escanteio, Sidão não conseguiu afastar e no bate e rebate na área, Jucilei fez uma defesa para salvar o gol. Pênalti e expulsão do volante são-paulino. Danilo Barcelos cobrou muito bem e fez do Morumbi um inferno. Havia uma Ponte no meio do caminho.

Com a expulsão, o São Paulo pregou em campo. O time que controlou o jogo no primeiro tempo tocando bola de pé em pé, sentiu o baque. E a Ponte passou a rondar a área. O golpe de misericórdia veio com a entrada de Léo Gamalho. Excelente no jogo aéreo, o centroavante se postou na área à espera de uma brecha. Na primeira, aos 27 minutos, acertou o travessão depois de grande defesa de Sidão. Mas três minutos depois não teve jeito. Gamalho aproveitou o cochilo de Edimar, que já havia falhado assim no clássico contra o Palmeiras, e empatou. Havia uma Ponte no meio do caminho.

Na verdade, o São Paulo precisará atravessar uma ponte enorme se quiser se salvar do rebaixamento. Drama é pouco para a situação da equipe. Nem quando tudo parece estar bem as coisas dão certo. O emocional, que já era ruim, tende a abalar mais com um jogo em tais circunstâncias.

Não fosse pela poder de decisão de Hernanes, provavelmente o São Paulo seria lanterna. São sete gols em sete jogos. Igualou Luis Fabiano como segundo melhor início da história do clube, contando as primeiras dez partidas. O recordista é o atacante Reinaldo, que em 2002 fez oito em dez jogos. O torcedor tem de acender uma vela para o Profeta a cada dia. 59b46b583fdde

A torcida, aliás, também fez sua parte novamente. Não lotou o Morumbi, mas esteve em grande número e fez festa. Apoiou. Merece, há tempos, coisa melhor.

Mas no meio do caminho havia uma Ponte. Há uma ponte no meio do caminho. E ela é imensa.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 PONTE PRETA
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data-Hora: 9/9/2017 – 19h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Michael Correia (RJ)
Público/renda: 43.724 pagantes/R$ 1.059.664,00
Cartões amarelos: Rodrigo Caio e Edimar (SAO), Élton (PON)
Cartões vermelhos: Jucilei, aos 17’/2ºT (SAO), Vermelho Direto
Gols: Hernanes (34’/1ºT) (1-0), Bruno Alves (12’/2ºT) (2-0), Danilo Barcelos (19’/2ºT) (2-1), Léo Gamalho (30’/2ºT) (2-2)

SÃO PAULO: Sidão; Militão (Buffarini, aos 25’/2ºT), Rodrigo Caio, Bruno Alves e Edimar; Petros, Jucilei, Hernanes e Lucas Fernandes (Marcinho, aos 33’/2ºT); Marcos Guilherme (Cueva, aos 43’/2ºT) e Pratto. Técnico: Dorival Junior.

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Fernando Bob, Naldo (Renato Cajá, aos 28’/2ºT), Élton (Léo Gamalho, no intervalo) e Felipe Saraiva; Lucca (Maranhão, aos 14’/2ºT) e Emerson Sheik. Técnico: Juninho.

Fonte: ESPN

Comentários

Nome

E-mail

Comentário