PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
2 set 2015

Romário ajuda clube carioca para realização de grande construção


Sede-America_LANIMA20150901_0054_52“Campeões de 13, 16 e 22. Temos muitas glórias e surgirão outras depois”. É inspirado em seu belo hino que o América olha para o futuro. Vencedor da Série B do Carioca neste ano e com vaga assegurada na elite estadual em 2016, o Mecão sonha alto. Atualmente o clube disputa a Copa Rio, competição que dá ao campeão uma vaga na próxima Série D do Brasileirão ou na Copa do Brasil. Com a base do elenco que conquistou a Série B estadual mantida, o América aposta em mais uma taça e deseja escolher a vaga na Série D, projetando uma escalada até a Série A em alguns anos. Além da retomada nos campos, o clube tenta a construção de uma “mega-sede”, que seria a solução para os problemas financeiros do clube. O LANCE! conversou com o presidente do América, Léo Almada, que revelou uma grande ajuda de Romário na busca pela nova sede e detalhou outros importantes assuntos.

 A ‘MEGA-SEDE’: CLUBE E SHOPPING EM TERRENO DO AMÉRICA

Em janeiro de 2014, com a posse de uma nova diretoria, liderada pelo presidente Léo Almada, o América organizou uma associação de torcedores ilustres e influentes que ajuda o clube. Torcedor confesso do Mecão, o ex-jogador e agora senador Romário é uma das figuras fortes deste grupo e tem ‘feito gols’ pelo clube. O Baixinho tem costurado reuniões com a Prefeitura do Rio e conversas com o prefeito Eduardo Paes para agilizar a aprovação do projeto da nova sede do América, que dividirá espaço com um shopping em seu terreno na Rua Campos Salles 118, Tijuca.

Atualmente, a sede social americana encontra-se fechada – após laudos do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil – e o shopping dará uma nova vida financeira ao clube rubro.

Romário chegou a se lançar como candidato a presidente do América em eleição no fim de 2014, tendo Léo Almada como seu vice. Porém, como a autorização da nova sede/shopping emperrou à época em burocracias com o poder público, o Baixinho desistiu do processo eleitoral e Léo Almada assumiu a missão de seguir como presidente, já que o pleito tinha apenas uma chapa.

Diversas empresas demonstraram interesse em assumir o projeto e uma definição quanto a escolhida deve sair em dois meses. O shopping será patrimônio do América desde a sua construção e o clube cederá a exploração comercial do terreno de 30 a 40 anos, recebendo neste período um percentual do faturamento do shopping. No futuro, passado o período de exploração comercial, os lucros do shopping serão 100% do América. O clube enxerga que assim conseguirá pagar suas dívidas – hoje em torno de R$ 60 milhões – e ainda obterá uma valiosa propriedade.

– Minha relação com o Romário é a melhor possível, ele está ajudando o América politicamente, lutando pela nova sede e conseguindo audiências com autoridades. Com o Romário, as portas se abrem ao América. Ele tem sido importantíssimo dialogando com o prefeito – disse Léo Almada.

CONFIRA ABAIXO OUTROS TEMAS QUENTES

L!: Qual será o objetivo do América na disputa da Série A do Campeonato Carioca de 2016?

– O América renasceu com força, vontade e determinação. Baseado neste pensamento, afirmo que entraremos na competição para ganhar. Podemos até não conseguir, mas nosso foco será o primeiro lugar. O objetivo básico do América é conquistar todos os títulos que vier a disputar.

L!: Como será formado o elenco para o Estadual?

– A comissão técnica (comandada pelo técnico Ricardo Cruz, ex-goleiro de Botafogo e Fluminense nos anos 80 e 90) está observando o elenco durante a Copa Rio e a equipe será reforçada na medida das necessidades e das avaliações feitas. A comissão técnica tem total liberdade para solicitar reforços e a diretoria tentará os nomes pedidos, dentro das nossas possibilidades. Neste momento, ainda é prematuro dizer sobre ampliação da folha salarial, mas faremos todos os esforços para atender os apelos da comissão técnica.

L!: Algum possível patrocinador já procurou o América para o Estadual?

– Estamos começando a ser procurados, o fato de o campeonato ser transmitido pela televisão pesa muito positivamente. Há pedidos das empresas para que seus nomes ainda não sejam divulgados, mas são coisas boas.

L!: Você consegue estimar qual é o tamanho da torcida do América atualmente?

– Não sei dizer o número exato, mas conquista da Série B do Estadual foi muito comemorada e mostrou que o número de americanos é grande. Temos recebido entre 2 mil e 3 mil pessoas por jogo em nosso estádio. Eu costumo dizer que a torcida do América é a maior do Rio, pois só torce contra o América o torcedor do time que está jogando como rival americano. Além disso, muitas pessoas que me encontram geralmente pedem uma camisa do América. Um dia desses, uma mulher falou que queria uma para o filho, que é Flamengo, mas adora a camisa do América.

L!: Durante boa parte de 2016, Botafogo, Flamengo e Fluminense ficarão sem o Estádio Nilton Santos e o Maracanã por conta da Olimpíada. O América pensa em disponibilizar o Estádio Giulite Coutinho caso seja necessário?

– Estamos com nosso estádio à disposição, mas ainda não houve procura dos clubes. A capacidade de público aprovada pelos Bombeiros é de 13.554 espectadores (a capacidade mínima exigida pela CBF para a Série A do Brasileirão é de 15 mil lugares). O estádio tem estação de trem próxima e boas condições viárias para locomoção do público.

Branco-AC-Brasil-Eurico-Miranda-SergioLANCEPress_LANIMA20150415_0236_54

Léo Almada e Romário: dupla entrosada nos bastidores (Foto: Divulgação/América)

 LANCENET! 

Comentários

Nome

E-mail

Comentário