PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
30 set 2018

Rampage nocauteia Wanderlei em luta animada; Mousasi mantém título


Uma noite de grandes lutas marcou o card histórico do Bellator 206, realizado no último sábado (29), em San Jose (EUA). Na luta principal, com um grande desempenho, Gegard Mousasi nocauteou Rory MacDonald no segundo round e manteve o título peso-médio da organização. No co-main event, o outro nocaute foi aplicado por Quinton “Rampage” Jackson, que travou um duelo intenso com Wanderlei Silva e saiu vencedor no segundo assalto, empatando a rivalidade diante do brasileiro.

Ainda no card principal, na abertura do GP dos meio-médios da organização, Douglas Lima teve uma atuação segura e finalizou Andrey Koreshkov no quinto round. Na luta anterior, pela divisão peso-pena, o brasileiro Leandro Higo não teve chances contra o prospecto Aaron Pico, que o nocauteou ainda no primeiro round de luta.

Mousasi supera MacDonald e mantém cinturão 

Com muito respeito e pouca movimentação, Gegard Mousasi e Rory MacDonald só trocaram os primeiros golpes após três minutos de luta e o campeão dos médios teve uma leve vantagem no primeiro round, controlando melhor o ritmo e tendo a favor sua envergadura nos momentos de aproximação na luta em pé. No segundo assalto, ao aproveitar uma brecha, Mousasi levou a luta para o chão e, a partir daí, dominou o canadense, conseguindo a montada e, com bons golpes no ground and pound, nocauteou MacDonald, mantendo o título peso-médio da organização.

Derrotado por Mousasi em superluta válida pela divisão dos médios, Rory MacDonald agora terá que concentrar suas atenções no GP dos meio-médios da organização, categoria onde é o atual campeão.

Rampage nocauteia Wanderlei em duelo intenso

Wanderlei Silva e Rampage Jackson levaram alguns minutos para, de fato, se colidirem. Com provocações, o brasileiro chamou o americano para a briga e levou o primeiro golpe, mas absorveu bem. “Wand” mostrava mais movimentação e chegava a responder os golpes, no entanto, levava clara desvantagem na curta e média distância.

No segundo round, o duelo esquentou de vez e ambos foram para a trocação franca, levando o público ao delírio. Na sequência, Rampage aplicou um cruzado que fez o paranaense balançar. Depois de mais um momento de intensa troca de golpes, o americano abriu distância e, ao aproxima, conectou mais um potente soco de direita, levando Wanderlei ao chão e garantindo a vitória com mais uma sequência de golpes no ground and pound. Agora, a rivalidade está empatada, com dois triunfos para cada lado.

Douglas Lima vence em trilogia e avança no GP

Após um início cauteloso, Andrey Koreshkov teve como primeira ação tentar derrubar Douglas Lima, mas não obteve êxito. Defendendo bem as investidas do adversário, o brasileiro aplicou bons chutes e levou vantagem no primeiro round. No segundo assalto, o confronto seguiu sem maiores ações, e Douglas seguiu defendendo bem as tentativas de queda do russo e, com boa movimentação, seguiu melhor nos poucos momentos de trocação.

A terceira parcial seguiu o mesmo roteiro e Douglas continuou castigando com chutes o russo Koreshkov, que com a movimentação comprometida por conta dos golpes recebidos, seguia tentando a aproximação, mas não conseguia derrubar o brasileiro. No quarto round, Douglas Lima manteve o ritmo e, de forma dominante, frustrou as ações de Andrey, que quase foi nocauteado no final, sendo salvo pelo soar do gongo. No quinto e último assalto, o brasileiro sacramentou seu grande desempenho e, após sequência de golpes no ground and pound, grudou nas costas do russo, finalizando com um mata-leão.

Com o triunfo na trilogia contra Andrey Koreshkov, Douglas Lima vence sua primeira luta no GP dos meio-médios da organização e avança de fase. O brasileiro agora vai encarar o vencedor da luta entre Paul Daley e Michael Page, que também prometem um grande show.

Pico volta a brilhar e nocauteia Leandro Higo

Os dois lutadores começaram o combate na trocação franca, com Aaron Pico agindo de forma mais ofensiva sobre Leandro Higo, que respondia bem com golpes no contra-ataque. O americano teve momento de destaque ao conectar um forte soco no brasileiro, que balançou. A partir daí, Pico apertou o ritmo e, com excelência no Boxe, não deu chances para Higo se recuperar, saindo vencedor por nocaute ainda no primeiro round, após uma dura sequência de golpes. Foi a quarta vitória do jovem atleta, de apenas 22 anos, no MMA, todas conquistadas no Bellator.

RESULTADOS COMPLETOS:

Bellator 206
San Jose, na Califórnia (EUA)
Sábado, 29 de setembro de 2018

Card principal
Gegard Mousasi derrotou Rory MacDonald por nocaute técnico no 2R
Quinton “Rampage” Jackson derrotou Wanderlei Silva por nocaute técnico no 2R
Douglas Lima finalizou Andrey Koreshkov com um mata-leão no 5R
Aaron Pico derrotou Leandro Higo por nocaute técnico no 1R
Keri Melendez derrotou Dakota Zimmerman por decisão dividida dos jurados
Gaston Bolanos derrotou Ysidro Gutierrez por nocaute técnico no 2R

Card preliminar
Adam Piccolotti derrotou James Terry por decisão unânime dos jurados
Cass Bell finalizou Ty Costa com um armlock no 2R
Arlene Blencowe derrotou Amber Leibrock por nocaute técnico no 3R
Jeremiah Labiano derrotou Justin Smitley por nocaute técnico no 1R
Josh San Diego derrotou Joe Neal por decisão dividida dos jurados
Chuck Campbell derrotou Joseph Ramirez por decisão unânime dos jurados
Anthony Figueroa Jr. derrotou Samuel Romero por decisão unânime dos jurados

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário