PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
18 abr 2019

Quinta Santa: a bênção dos Santos Óleos, o Lava Pés e os sacramentos


A Semana Santa é uma tradição religiosa católica que celebra o Mistério Pascal, em que a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo são relembradas e refletidas pelos cristãos. A semana se iniciou no último domingo (12), chamado ‘Domingo de Ramos’, e termina com a ressurreição, que ocorre neste domingo (21), de Páscoa.

Quinta-feira Santa

Na Quinta Santa começa o Tríduo Pascal, a preparação para a celebração da Páscoa, que significa a vitória de Jesus Cristo sobre a morte, o pecado, o sofrimento e o inferno. Neste dia é relembrada especialmente a Última Ceia e dois acontecimentos são destacados pela Igreja: a instituição dos sacramentos da ordem e da Eucaristia.

É realizada nas catedrais diocesanas a Missa dos Santos Óleos, em que o bispo diocesano abençoa o óleo dos Catecúmenos, o óleo dos Enfermos e consagra o óleo do Crisma que serão usados por todas as paróquias da diocese durante um ano, até a próxima Quinta-feira Santa.

Nesta missa, os bispos diocesanos têm também a oportunidade de celebrar com seu clero particular, e em comunhão com toda a Igreja, a instituição do sacerdócio, pois, após instituir a Eucaristia, ele disse aos discípulos: “Fazei isto em memória de Mim”. Com essas palavras, Jesus instituiu o sacramento da ordem.

Lava pés

Na noite da Ceia Pascal, o Senhor lavou os pés dos discípulos para mostrar que, no Seu Reino, “o último será o primeiro”, e que o cristão deve ter como meta servir e não ser servido. Por isso, neste dia também é celebrado a Missa de Lava Pés, em que se relembra o gesto de humildade que Jesus realizou lavando os pés dos seus 12 discípulos e dividindo com eles a ceia.

É nesse momento que Judas Iscariotes sai correndo e vai entregar Jesus por 30 moedas de prata, e também é nesta noite que Jesus é preso, interrogado e, ao amanhecer da sexta-feira, açoitado e condenado.

A Igreja fica em vigília ao Santíssimo, relembrando os sofrimentos de Jesus. A igreja se reveste de luto e tristeza desnudando os altares, de onde são retirados todos os enfeites, toalhas, flores e velas para simbolizar que Jesus já está preso e consciente do que vai acontecer.

 

Fonte: Portal Correio 

Comentários

Nome

E-mail

Comentário