PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
7 ago 2018

A quatro gols de recorde, Pikachu é a esperança do Vasco por vaga na Sula


O ano de 2018 tem sido especial para Yago Pikachu. Artilheiro do Vasco na temporada com 16 gols em 38 jogos, o paraense é titular incontestável da equipe cruz-maltina, está com muita moral junto aos torcedores e bem próximo de alcançar o recorde da carreira: o pokémon de São Januário está a quatro gols de igualar e a cinco de ultrapassar o seu melhor ano pessoal até então – em 2015, ano anterior da chegada ao Vasco, fez 20 gols em 59 jogos pelo Paysandu.

Yago Pikachu tem totais condições de chegar ao seu recorde. Na constante oscilação dos jogadores do Vasco na temporada, o meia tem sido o único a manter uma regularidade no desempenho da equipe. Se sobressaindo em campo, é a esperança para a vaga do Vasco na próxima fase da Conmebol Sul-Americana – nesta quinta há o jogo de volta da segunda fase contra a LDU, do Equador, em São Januário, precisando tirar o resultado negativo de 3 a 1.

– Mais do que nunca o gol tem que sair nessa partida (risos). Em termos de números 2015 tinha sido meu melhor ano. Esse ano tem sido bom com a ajuda dos meus companheiros. Prefiro continuar trabalhando. Fico feliz se os gols saírem, mas se outros companheiros fizerem, está bom também – afirmou Yago Pikachu em entrevista coletiva antes do treinamento do Vasco na manhã desta terça-feira, no CT das Vargens, em Vargem Pequena, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Apesar de o time do Vasco já apresentar uma espécie de dependência das atuações de Yago Pikachu na busca dos gols para as vitórias, o meia vê a responsabilidade dividida. Aos 26 anos, sabe que desempenha um papel de liderança em campo dentro do elenco, mesmo com o posto de capitão sendo do goleiro Martin Silva. O jogador destacou que esta divisão responsável acontece por conta da união presente entre os companheiros para os objetivos na temporada.

– Tenho 26 anos. Há jogadores experientes no elenco aqui do Vasco. Em prol da equipe, tenho a responsabilidade de ser uma liderança. Não só o Martin Silva como capitão. Isso mostra que todos estão unidos por um objetivo, que atualmente é avançar na Sul-Americana. Todo mundo sabe da importância de passar de fase. Às vezes reclamamos do calendário, mas sempre queremos jogar – confessou o jogador ao ser questionado pelos jornalistas.

SEMELHANÇAS NA ESPERANÇA PARA AVANÇAR

A esperança de Yago Pikachu para ajudar o Vasco a avançar na Conmebol Sul-Americana é grande. O meia afirmou enxergar semelhanças com outro mata-mata disputado pela equipe recentemente: no mês passado, o Cruz-Maltino foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil vencendo o Bahia, em São Januário, por 2 a 0 – o time tinha perdido a ida por 3 a 0. Agora diante da LDU, por ter feito um gol fora, se esta mesma vitória por 2 a 0 se repetir, a situação muda e o Vasco se classifica.

– Há uma semelhança muito grande com aquele jogo do Bahia, pela Copa do Brasil. É claro que a desvantagem naquela época era muito maior. O gol que fizemos no Equador pode fazer a diferença para nós, até mesmo por conta do regulamento, onde o gol fora de casa vale muito. Nossa equipe mostrou naquele dia que é muito forte jogando em São Januário. Jogando ao lado do nosso torcedor, temos condições de reverter qualquer resultado. Confiamos na conquista da vaga – afirmou o camisa 22, seguindo com a receita:

– Temos que pressionar desde os primeiros minutos da partida na quinta-feira em nossa casa, mas sem se expor tanto, é claro, pois não podemos sofrer gols em casa. É jogar com inteligência, ir passo a passo, procurando sempre fazer um gol de cada vez. O gol tem que sair nessa próxima partida, pois ela é muito importante para a nossa equipe, para termos um calendário maior, que não se resuma apenas ao Brasileiro. Temos procurado consertar alguns detalhes e nos fortalecido todos os dias para reverter essa situação.

PRESSÃO EM JORGINHO ADMITIDA

A esperança do Vasco em Yago Pikachu para a vitória e classificação diante da LDU nesta quinta-feira também ganha contornos com o técnico Jorginho. O Cruz-Maltino perdeu os últimos três jogos disputados (diante da própria LDU, na ida da segunda fase da Conmebol Sul-Americana, e contra São Paulo e Corinthians pelo Campeonato Brasileiro) e uma nova derrota com eliminação nesta semana aumentará a pressão – admitida – no trabalho realizado pelo treinador – que está sendo bem feito, nos olhos de Pikachu.

– Pressão constante. A gente vê muito nas redes sociais questionamentos sobre o trabalho do Jorginho, mas o trabalho está sendo bem feito aqui no Vasco. Espero que na quinta-feira as coisas possam voltar ao normal. Jorginho é muito aberto, todo mundo tem liberdade de chegar para ele e conversar para ter alternativa maior para ajudar em prol da equipe. Temos que tirar como exemplo o que fazemos nos treinos para ter equilíbrio em todo os jogos – finalizou.

YAGO PIKACHU COMO PROFISSIONAL
2012 – Paysandu – 12 gols em 40 jogos
2013 – Paysandu – 15 gols em 60 jogos
2014 – Paysandu – 15 gols em 54 jogos
2015 – Paysandu – 20 gols em 59 jogos
2016 – Vasco – 4 gols em 46 jogos
2017 – Vasco – 5 gols em 40 jogos
2018 – Vasco – 16 gols em 38 jogos até agora

 

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário