PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
5 abr 2017

Quadrilha explode bancos, metralha base da PM e atira em lojas no Agreste do RN


Duas agências bancárias foram alvos de assaltantes na madrugada quarta-feira (5), em João Câmara, cidade do Agreste potiguar. Segundo a Polícia Militar, pelo menos dez homens participaram da ação. As agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal foram atacadas pelo bando. Ninguém foi preso.

Além das explosões, a cidade foi acordada pelos barulhos dos tiros. Uma parte do bando efetuava disparos contra o prédio e a viatura da PM, enquanto os dois bancos eram atacados simultaneamente. De acordo com a assessoria de imprensa da PM, caixas eletrônicos das duas unidades foram explodidos. A ação foi registrada por volta das 2h. Nas duas agências, o telhado caiu e os equipamentos ficaram destruídos com a força das explosões.

banco

A polícia ainda não sabe confirmar a quantidade de dinheiro que foi levada. Toda a ação durou menos de uma hora. Na fuga, os criminosos ainda atiraram contra lojas e carros que estavam estacionados na rua. Grampos de ferro foram espalhados pelas estradas que dão acesso à cidade. Pontiagudos, os grampos são usados para furar os pneus dos carros. Assim, a polícia também teve dificuldade de partir em busca dos bandidos, que conseguiram escapar sem dificuldades.

Um carro também foi incendiado, para dificultar o trânsito nas estradas. Até a manhã desta quarta, nenhum suspeito havia sido identificado ou preso.

carros

De acordo com a PM, a agência da Caixa Econômica fica ao lado do pelotão da corporação. “Seguraram o efetivo à bala”, explicou o major Eduardo Franco, assessor de comunicação da PM.

A polícia ainda não sabe confirmar a quantidade de dinheiro que foi levada. Toda a ação durou menos de uma hora. Na fuga, os criminosos ainda atiraram contra lojas e carros que estavam estacionados na rua. Grampos de ferro foram espalhados pelas estradas que dão acesso à cidade. Pontiagudos, os grampos são usados para furar os pneus dos carros. Assim, a polícia também teve dificuldade de partir em busca dos bandidos, que conseguiram escapar sem dificuldades.

carro-queimado

Um carro também foi incendiado, para dificultar o trânsito nas estradas. Até a manhã desta quarta, nenhum suspeito havia sido identificado ou preso.

Comentários

Nome

E-mail

Comentário