PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
10 out 2017

Portugal vence ‘final’ com Suíça e vai à Copa


Com a vitória por 2 a 0 sobre a Suíça, Portugal carimbou seu passaporte para mais uma Copa do Mundo. Será o 7º Mundial dos lusos, sendo o 5º seguido – a última vez que a equipe ficou de fora do torneio da Fifa foi em 1998. Nas eliminatórias, os portugueses sofreram bastante, já que viram a Suíça ficar na liderança durante a maior parte do classificatório. No entanto, os comandados de Fernando Santos chegaram à última rodada em condições de conseguir a vaga no confronto direto contra os alvirrubros, e foi justamente o que aconteceu. Para o ano que vem, a equipe rubro-verde se apoia no sólido trabalho de Santos e no craque Cristiano Ronaldo para fazer história como em 2016, quando conquistou a Eurocopa pela primeira vez, batendo a favorita França na final. Ou ao menos evitar uma decepção do tamanho de 2014, quando os lusos fizeram um péssimo Mundial e caíram na fase de grupos, sendo inclusive atropelados por 4 a 0 pela Alemanha…

FERNANDO SANTOS

Ex-zagueiro de Estoril e Marítimo, não teve uma carreira tão brilhante como jogador. Em 1987, aposentou-se e virou técnico, carreira em que teve mais sucesso. Após passar por equipes menores de Portugal, teve sua primeira grande chance no Porto, em 1998, e não decepcionou. Pelos “Dragões”, ganhou um Português, duas Taças de Portugal e duas Supertaças, em uma ótima passagem. Depois, foi se aventurar no futebol grego, e virou ídolo da torcida do AEK ao conquistar a Copa da Grécia em 2001/02. Passou ainda por Panathinaikos, Sporting, Benfica e PAOK antes de ser convidado em 2010 para assumir a seleção da Grécia. Passou quatro anos no comando da equipe e foi muito bem, classificando o time para a Copa do Mundo de 2014 e fazendo uma campanha digna, caindo nas oitavas de final para a Costa Rica, nos pênaltis. O bom trabalho com os gregos o credenciou a assumir a seleção portuguesa após o fracasso dos lusos no Mundial do Brasil, e, mais uma vez, mostrou que a decisão foi acertada. No ano passado, fez história armando uma defesa intransponível e levou Portugal ao seu primeiro título de Eurocopa. Agora, tem a chance de conseguir um feito ainda maior na Rússia. Santos é famoso por gostar do futebol de resultados e ser um grande frasista: “Eu digo sempre aos meus jogadores uma coisa muito simples: no futebol, não há bonito, nem feio. Há mulheres bonitas e homens bonitos. Minha esposa me diz todos os dias que eu sou o homem mais belo do mundo. Ela sabe que não sou, eu também sei que não sou, mas isso depende dos olhos de quem vê”, disse, na Euro-2016. Fora dos campos, o treinador é conhecido por ter trabalhado como eletricista quando mais jovem, antes de entrar de vez para o futebol, e também por ser um fumante inveterado.

 

Craque

CRISTIANO RONALDO
Um os melhores jogadores da atualidade (se não o melhor), o craque é também um dos maiores nomes do futebol em todos os tempos. Revelado pelo Sporting, foi contratado ainda jovem pelo Manchester United, time pelo qual fez história. Com camisa vermelha, foram 118 gols em 292 jogos, conquistando uma Champions League, um Mundial de Clubes, três Premier Leagues, uma Copa da Inglaterra, duas Copas da Liga e um Community Shield. Em 2009, foi contratado pelo Real Madrid por incríveis 94 milhões de euros (R$ 352,6 milhões, na cotação atual) e seguiu fazendo história. Em seis anos, são inacreditáveis 411 tentos em 401 partidas, uma média absurda de 1,02 gol/jogo, além de uma penca de títulos: três Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, dois Espanhóis, duas Copas do Rei, duas Supercopas da Espanha e duas Supercopas da Uefa. Pela seleção portuguesa, que defende desde a categoria sub-15, ele disputou as Copas do Mundo de 2006, 2010 e 2014, sem muito sucesso. Em Eurocopas, se deu melhor: foi vice em 2004 e campeão em 2016. Nesta última, aliás, entrou para o livro dos recordes ao ultrapassar Michel Platini como maior goleador de todos os tempos no torneio europeu de seleções. Ao todo, marcou 79 vezes em 147 duelos com a camisa lusa. Individualmente, Cristiano acumula quatro prêmios de melhor do mundo da Fifa (2008, 2013, 2014 e 2016), sendo também o grande favorito a ganhar o próximo, devido à espetacular temporada 2016/17 que realizou, tanto pelo Real Madrid quanto por Portugal. Fora dos gramados, Ronaldo é um fenômeno midiático, sendo uma das pessoais mais seguidas do mundo nas redes sociais, e faturando milhões com comerciais por todo o planeta, anunciando de cobertor a shampoo anti-caspa. Também acumula uma legião de haters, que adoram criticá-lo a cada insucesso nos gramados. Um título na Copa do Mundo da Rússia seria a “cereja do bolo” da carreira espetacular de um dos maiores atletas de todos os tempos. E também ajudaria a responder a eterna questão, que no momento permanece no ar: afinal, quem é melhor: Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi? A resposta pode vir em 2018…

 

 

1930 Não participou das eliminatórias
1934 Não se classificou
1938 Não se classificou
1950 Não se classificou
1954 Não se classificou
1958 Não se classificou
1962 Não se classificou
1966 3º lugar
1970 Não se classificou
1974 Não se classificou
1978 Não se classificou
1982 Não se classificou
1986 Eliminado na fase de grupos (17º lugar)
1990 Não se classificou
1994 Não se classificou
1998 Não se classificou
2002 Eliminado na fase de grupos (21º lugar)
2006 4º lugar
2010 Eliminado nas 8ªs de final (11º lugar)
2014 Eliminado na fase de grupos (18º lugar)

 

Fonte: ESPN

Comentários

Nome

E-mail

Comentário