PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
25 jun 2016

Portugal espera por uma bola, acerta contra-ataque e elimina Croácia


Portugal teve uma bola durante 120 minutos. E foi suficiente para bater a Croácia na prorrogação por 1 a 0 e chegar às quartas de final da Eurocopa. O jogo foi muito fraco tecnicamente. Os lances de emoção ficaram reservados para o fim do tempo extra, quando saiu o gol de Quaresma, bola na trave de Perisic e outros lances de perigo.

Apesar de não ter ido bem, a Croácia teve mais a bola e foi melhor que Portugal durante todo o duelo. Mas um único lance, esperado pelos lusitanos durante todo o jogo, resolveu a partida, que garantiu a vaga às quartas de final, quando os gajos vão enfrentar a Polônia, que bateu nos pênaltis a Suíça, na quinta-feira, dia 30, no Vélodrome, em Marselha.

Croácia e Portugal fizeram um primeiro tempo com poucas emoções. Os croatas até tiveram até mais posse de bola, jogando na intermediária lusitana, mas nada criaram. As constantes trocas de passes, passando sempre pelo volante Modric, mostraram-se ineficazes diante da boa marcação do rival. 576ef6edc1481.r_1466893645531.150-105-800-460

Se impedia as ações da Croácia, Portugal também não apresentava nada no setor ofensivo. Cristiano Ronaldo esteve muito apagado entre os defensores croatas. A única chance de perigo foi em jogada de bola parada, na qual Pepe cabeceou para fora.

No início do segundo tempo, o técnico Fernando Santos tentou dar poder de fogo maior a Portugal e lançou Renato Santos. O jovem meia até deu mais movimentação e agressividade, mas entrou errando muitos passes, atrapalhando o já fraco ataque português. A Croácia chegou a assustar o goleiro Rui Patrício após cabeçada do zagueiro Vida, mas foi muito pouco para abrir o placar.

Sem chances de gol e com os goleiros como mero espectadores, a partida acabou indo para a prorrogação. E o retrato do péssimo rendimento do jogo pôde ser visto aos seis minutos do tempo extra. Rakitic lançou, Fonte furou e Kalinic chutou torto, longe do gol de Rui Patrício.

576ef6edc1481.r_1466893645531.150-105-800-460O goleiro português quase entregou o ouro aos sete minutos do segundo tempo da prorrogação. Em cobrança de escanteio, ele tropeçou em Kalinic e Vida cabeceou para fora. Depois desse lance, a Croácia foi toda para cima. Perisic disparou pela esquerda, chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo e ninguém desviou. Mas a bola sobrou na direita e, após cruzamento, o meia da Inter de Milão acertou a trave.

Portugal esperou 110 minutos para acertar um lance ofensivo. Em contra-ataque mortal, Renato Sanches tocou para Nani. O meia chutou errado e a bola sobrou para Cristiano Ronaldo. O capitão português finalizou e Subasic fez linda defesa, mas a bola sobrou limpa para Quaresma marcar. A Croácia quase chegou ao empate no último minuto com Vida, que chutou perto do gol. Mas a vaga é portuguesa, ó pá!

FICHA TÉCNICA
CROÁCIA 0 x 1 PORTUGAL

Local: Stade Bollaert-Delelis, em Lens (FRA)
Data e hora: 25 de junho de 2016, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Carlos Velasco Carballo (ESP)
Auxiliares: Roberto Alonso (ESP) e Juan Yuste (ESP)

Cartão amarelo: William Carvalho (POR)

GOL: Ricardo Quaresma – 12’/2°T P (0-1)

CROÁCIA: Subasic; Srna, Corluka (Kramaric – 14’/2°T P), Vida e Strinic; Badelj, Modric; Rakitic (Pjaca – 5’/2°T P), Perisic e Brozovic; Mandzukic (Kalinic – 42’/2°T).Técnico: Ante Cacic.

PORTUGAL: Rui Patrício; Cédric, Pepe, José Fonte e Raphael Guerreiro; William Carvalho, Adrien Silva (Danilo Pereira – 2’/2°T P), André Gomes (Renato Sanches – 4’/2°T) e João Mário (Ricardo Quaresma – 42’/2°T); Cristiano Ronaldo e Nani.Técnico: Fernando Santos.

    Fonte: Lance!

Comentários