PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
10 jun 2015

PF descobre construção de túnel para ligar casa a presídio de segurança máxima na PB


catsQuatro pessoas foram detidas na manhã desta terça-feira (9) no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, suspeitas de cavarem um túnel de dentro de uma casa para o presídio Sílvio Porto, no mesmo bairro.

As prisões ocorreram durante uma operação da Polícia Federal na Paraíba.

Entre os presos estão um homem, duas mulheres e um adolescentes de 15 anos, segundo a polícia.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal, a casa ficava a poucos metros do presídio.

A informação foi confirmada também pela Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap). De acordo com secretário da Seap, Wagner Dorta, a existência do túnel foi descoberta há cerca de um mês.

Uma das mulheres presas, Gerlane Alves, em entrevista ao G1, assumiu a responsabilidade pela construção do túnel e explicou que iniciou a obra para libertar um irmão que cumpre pena na penitenciária. Ela ainda afirmou que estava grávida e que os demais detidos na operação não têm relação com o túnel. No entanto, o delegado da Polícia Federal, Derly Brasileiro, responsável pela operação, comentou que a versão de que apenas Gerlane Alves era responsável pela construção do túnel é pouco provável.

Ainda de acordo com a Seap, o túnel não chegou a atingir nenhum pavilhão do presídio. Segundo Wagner Dorta, alguns presidiários do Silvio Porto estavam financiando a construção do túnel, mas vizinhos da casa perceberam a movimentação e decidiram denunciar. A PF informou que a casa estava alugada à Gerlane Alves há três meses, sendo que seis meses de aluguel foram pagos adiantados.

“Tanto a Polícia Federal, como a Seap, identificaram quais seriam os detentos que estava financiando a construção do túnel. Mas as forças públicas mostraram seu empenho e evitaram o que poderia ser uma fuga em massa de presos, que seria um grande prejuízo para população”, comentou. O Corpo de Bombeiros foi solicitado para determinar a extensão do túnel, desconhecida até as 11h30 desta terça-feira.

O delegado da Polícia Federal Derly Brasileiro deve prestar mais esclarecimentos sobre as prisões e descoberta do túnel na tarde desta terça-feira (9), conforme a assessoria da Polícia Federal.

Do G1

Comentários

Nome

E-mail

Comentário