PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
15 mar 2017

PF cumpre quatro mandados e prende dois na operação ‘Estufa’ na Paraíba


Duas pessoas foram presas durante a operação “Estufa” da Polícia Federal no início da manhã desta terça-feira (14) na Região Metropolitana de João Pessoa. A operação, que tinha o objetivo de combater o tráfico de drogas no Nordeste, cumpriu quatro dos 36 mandados na Paraíba, sendo dois de prisão e dois de busca e apreensão. A ação é contra uma quadrilha interestadual de tráfico de drogas que atua, além da Paraíba, em Pernambuco, no Rio Grande do Norte e na Bahia.

Segundo a PF, a quadrilha atuava como atacadista, comprando grandes quantidades de droga diretamente de produtores e transportando em caminhões de frete de cargas ilícitas para seus depósitos. A quadrilha fazia também o processo de distribuição, dividindo a droga e a revendendo para traficantes dos estados onde atuava.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Raoni Aguiar, na ação da PF na Paraíba foram apreendidos um veículo, uma pistola calibre 380, três balanças de precisão, pasta base de cocaína e crack. Ainda segundo o delegado, os dois alvos dos mandados de prisão foram presos. Os mandados foram cumpridos em duas casas, uma no bairro do Roger, em João Pessoa, e outro na cidade do Conde, no Litoral Sul.

Os dois presos na operação Estufa na Paraíba foram encaminhados para sede da Polícia Federal na Paraíba, na cidade de Cabedelo, na Grande João Pessoa e até o final da manhã desta terça-feira, prestavam depoimentos. O material apreendido na ação também foi encaminhado para a sede da Polícia Federal. Os presos devem ser encaminhados para Pernambuco.

As investigações foram iniciadas em novembro de 2016. Desde então, três pessoas foram presas em flagrante, com mais de 2 toneladas de maconha apreendidas e R$ 32 mil apreendidos em espécie. Também foram presos seis suspeitos de tráfico de drogas e seis veículos que seriam utilizados pela quadrilha.

Comentários