PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
22 out 2015

PF combate crimes de pornografia infantil no RN e em mais sete estados


32323232A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (22) a segunda fase da Operação Gênesis – ação que combate a distribuição de pornografia infanto-juvenil pela internet. Os mandados estão sendo cumpridos no Rio Grande do Norte e em mais 7 estados: Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Pernambuco e Roraima .

No RN, segundo a PF, as investigações foram iniciadas há quase um ano por meio de um trabalho de inteligência que identificou contas de usuários que utilizam as redes sociais, serviços de e-mails e de armazenamento de arquivos para distribuir fotos e vídeos de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

Ao todo, 62 policiais da Superintendência de Natal e da Delegacia de Mossoró dão cumprimento a 13 mandados de busca e apreensão em endereços residenciais nos bairros de Cidade Alta, Tirol, Neópolis, Capim Macio, Planalto, Nossa Senhora da Apresentação e Nazaré, todos na capital potiguar, e em mais duas cidades do interior: Parnamirim, na Região Metropolitana, e Canguaretama, no Litoral Sul.

Os crimes investigados preveem penas que podem chegar até a 6 de anos de prisão.

O nome Gênesis significa na mitologia grega “nascimento, princípio”. Neste contexto, a PF explica que a operação usou este nome por buscar resguardar os direitos dos cidadãos desde a sua infância combatendo crimes tipificados no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Gênesis I

Durante a primeira fase da operação, também deflagrada no RN e em mais 7 estados no dia 2 de setembro, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de Mossoró, Parnamirim, Natal e Fortaleza. No decorrer da ação, os policiais encontraram material de pornografia infanto-juvenil armazenados e sendo compartilhados, o que resultou na prisão em flagrante de 6 acusados: 1 em Natal, 4 em Mossoró e 1 na capital cearense.

G1 – RN

Comentários

Nome

E-mail

Comentário