PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
9 mar 2015

Paraíba é o 2º estado que menos consome carne gordurosa, diz IBGE


A Paraíba é o 2º estado brasileiro que menos consome carne gordurosa no Brasil, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Cerca de 28,2% dos paraibanos consomem carne com gordura, perdendo apenas para o Amazonas, onde apenas 21,9% da população consome o alimento. No geral, 37,2% dos brasileiros comem carne gordurosa. A pesquisa foi feita entre pessoas com 18 anos ou mais.

Para o nutricionista esportivo Artur Caminha, a posição da Paraíba é bem satisfatória. “Este é um dado importantíssimo e traz muitos benefícios a nós paraibanos. Pode-se evitar assim inúmeros problemas como baixo nível do colesterol bom, pressão alta, triglicerídeos elevados, glicose no sangue elevada e aumento da gordura abdominal”, explicou.

O IBGE ainda diz que 18% dos paraibanos consomem a quantidade recomendada de hortaliças e frutas e quanto mais jovem o paraibano, mais ele come a quantidade adequada destes produtos. “Além de ricas em vitaminas, minerais e fibras, as hortaliças também protegem contra doenças crônico-degenerativas como diabetes, vários tipos de câncer e doenças cardio-vasculares. Elas devem ser consumidas diariamente”, completa o nutricionista.

A pesquisa ainda alerta para a quantidade de pessoas que bebem refrigerante regularmente. Segundo o IBGE, 13,6% dos paraibanos tomam refrigerante pelo menos cinco vezes durante uma semana. A quantidade maior fica entre os homens, que 15,6% consomem a bebida e 11,9% das mulheres. Entre todos os brasileiros, 23,4% bebem refrigerante regularmente.

Artur Caminha faz um alerta sobre o consumo de refrigerantes e bebidas insdustrializadas. “São por volta de 12 a 13 colheres de açúcar em uma lata de 350ml de refrigerante ou de sucos industrializados. Além de todas as outras substâncias que fazem mal ao nosso organismo que estão contidas nestas bebidas. Por isso é bom ficar atento ao consumo”, disse.

A jovem Bianca Duarte, natural da cidade Esperança, Agreste da Paraíba, foi radical em relação a seus habitos alimentares. Ela é vegetariana e há mais de um ano não toma refrigerante. “Tudo começou quando eu soube que tinha gastrite. Por causa da dieta, eu tinha que evitar tomar refrigerantes e me senti bem assim. Mesmo sem fazer a dieta, continuei sem beber. Desde janeiro de 2014 que eu não tomo”, contou.

Bianca ainda diz que pesquisar sobre o assunto a ajudou muito. Ela leu que refrigerante contém muito açúcar e pode causar diversas doenças, como hipertensão arterial, câncer e osteoporose. A jovem também conta que não come chocolate e nem carne há cinco meses e faz exercícios pelo menos quatro vezes na semana. A esperancense é apaixonada por bicicleta e corrida. “Tudo isso me faz sentir mais leve. Percebo uma melhora no meu corpo e no meu bem-estar”, afirmou.

A estudante não faz parte, portanto, de outro dado revelado pelo estudo do IBGE, que indica que 20,4% da população da Paraíba consome alimentos doces regularmente, índice abaixo do nacional de 21,7% da quantidade de brasileiros. Por outro lado, 81,2% dos paraibanos comem feijão no dia-a-dia, resultado também melhor que a média brasileira, que é de 71,9%.

Atividade física

Outro dado que a pesquisa traz é que 19,4% dos paraibanos praticam o nível recomendado de atividade física durante o lazer. Esse é o 3º pior resultado do Nordeste, onde o número é de 22,3%. No Brasil, 22,5% pratica o recomendado. É indicado que se faça, pelo menos, 150 minutos semanais de atividade física de intensidade leve ou moderada.

Comentários

Nome

E-mail

Comentário