PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
2 jun 2019

Palmeiras vence a Chape e segue invicto na liderança do Brasileirão


Segue o líder! O Palmeiras venceu a Chapecoense, por 2 a 1, neste domingo, na Arena Condá e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro. Dudu abriu o placar, Everaldo empatou, de pênalti, para os donos da casa, e Marcos Rocha deixou os paulistas novamente em vantagem. Todos os gols da partida válida pela sétima rodada do torneio saíram no primeiro tempo.

Com o resultado, o time de Felipão assumiu a ponta da tabela, com 16 pontos, sem os três da vitória sobre o Botafogo, partida que será tema de julgamento no STJD. A Chape permanece em 13º lugar, com 7 pontos. O atual campeão brasileiro volta a campo, no sábado, quando recebe o Athletico-PR, às 16h30. Já o Verdão do Oeste visita o Goiás, no dia 10 de junho.

Palmeiras larga frente


Embalada pelo bom público no estádio, a Chapecoense começou melhor. O time da casa chegou com perigo duas vezes, com Rildo. O ex-vascaíno chegou a balançar as redes, mas em posição de impedimento, confirmada no vídeo. Depois do susto, o Palmeiras acordou e retomou o domínio. Zé Rafael e Lucas Lima tiveram boas chances e o gol, que se desenhava, finalmente saiu, aos 31. Deyverson tabelou com Zé Rafael, que, mesmo caído, conseguiu passar para Dudu. Livre, o camisa 7 bateu com categoria, de canhota, para abrir o placar.


Empate e nova vantagem 


Mesmo melhor na partida, o time paulista sofreu o empate, três minutos depois do gol, graças a um vacilo de Deyverson. Em bola alçada na área do Verdão de São Paulo, o atacante saltou com os braços abertos e tocou a bola. O árbitro Rodolpho Toski Marques marcou pênalti, depois de conferir o vídeo. Everaldo converteu, deslocando Weverton. Quando tudo indicava que os times iriam para o intervalo iguais no placar, Marcos Rocha colocou o Palmeiras em vantagem novamente com um belo gol, de primeira, em bola que sobrou de uma cobrança de lateral de Dudu na área.

Palmeiras mantém domínio


Na volta dos vestiários, a Chape ensaiou uma pressão, sobre o rival, forçando jogo apenas pelo lado esquerdo. Ney Franco colocou Camilo e Renato Kayzer em campo, em uma tentativa de melhorar a qualidade das jogadas ofensivas, mas as mudanças não surtiram o efeito desejado. A melhor chance do Verdão do Oeste veio de um chute de fora da área de Everaldo. Do outro lado, o Palmeiras se fechava bem na defesa e tentava explorar os contra-ataques, comandados por Dudu, um dos melhores em campo .

Segura a pressão


Nos minutos finais, a Chapecoense veio com tudo para cima do Palmeiras, com bolas cruzadas na área rival. O sistema defensivo do time paulista, no entanto, segurou a pressão e garantiu o resultado que manteve o time na liderança do campeonato, um ponto à frente do Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 x 2 PALMEIRAS

Data/Hora: 02/06/2019, às 19h (de Brasília)
Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Gramado: Bom
Público/Renda: 10.615 / R$453.315,00
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR) Nota L! – 6,5 – Acertou nas marcações que tiveram auxílio do VAR
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes de árbitro de vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO) e Bruno Boschilia (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Douglas, Elicarlos (CHA); Antônio Carlos, Felipe Melo, Deyverson, Zé Rafael, Gustavo Gómez (PAL)
Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Dudu (31’/1ºT, 0-1), Everaldo (35’/1ºT, 1-1) e Marcos Rocha (44’/1ºT, 1-2)

CHAPECOENSE: Tiepo; Bryan (Diego Torres, 23’/2ºT), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Gustavo e Campanharo (Camilo, 15’/2ºT); Arthur Gomes (Renato Kayzer, 15’/2ºT), Everaldo e Rildo. Técnico: Ney Franco

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Moisés, 30’/2ºT), Zé Rafael (Hyoran, 22’/2ºT) e Dudu (Gustavo Scarpa, 41’/2ºT); Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari

 

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário