PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
22 out 2017

O Rei da América, Hamilton vence o GP dos Estados Unidos


Britânico faz uma prova tranquila e mesmo com Vettel terminando em segundo, campeonato deve ser decidido no México.

Lewis Hamilton provou mais uma vez que merece ser tetracampeão do mundo. O britânico fez uma prova muito tranquila e mesmo perdendo a liderança para Vettel na largada, conseguiu reverter e venceu o GP dos Estados Unidos pela sexta vez. Sebastian Vettel terminou a prova na segunda colocação e adiou a decisão do campeonato por mais uma prova.

A terceira colocação ficou com Kimi Raikkonen, mas esta decisão só foi tomada no final da corrida, pois Max Verstappen finalizou a prova em terceirou, após superar o finlandês na última volta. Porém, a manobra do holandês foi considerada ilegal, por ele ter cortado caminho, com isso tomou uma punição de cinco segundos no final da prova, caindo para quarto. Com a vitória de Hamilton, a Mercedes garantiu o tetracampeonato consecutivo de construtores.

Felipe Massa fez uma boa corrida e novamente terminou na zona de pontuação, após finalizar a corrida na oitava colocação.

A decisão do campeonato de pilotos deve ser decidido no próximo final de semana, que acontece o GP do México. Hamilton está muito próximo de conquistar o seu quarto título na Fórmula 1.

Confira como foi a prova.

Com um pré-hora fantástica, a exemplo dos principais eventos esportivos norte-americanos, com participações de Michael Buffer, Usain Bolt, Bill Clinton e Michael Douglas, o GP dos EUA começou com Vettel largando melhor que Lewis Hamilton e assumindo a ponta. O britânico tentou fechar o alemão, mas não conseguiu segurar o ímpeto do piloto da Ferrari.

Felipe Massa também largou bem, superou Sérgio Perez e subiu para a nona colocação na largada. Na abertura da segunda volta, Daniel Ricciardo tentou ultrapassar Valtteri Bottas, jogou o finlandês para fora da pista, mas mesmo assim, não conseguiu a ultrapassagem.

Verstappen que largou de 17o, já era o 10o na ainda na terceira volta. Na volta de número quatro, Daniel Ricciardo novamente atacou Bottas e novamente levou o troco do piloto da Mercedes. Com essa disputa, Kimi Raikkonen, que era o quinto, chegou na mesma briga.

Após seis voltas, Hamilton se aproximou de Vettel, e com a ajuda do DRS, fez a ultrapassagem em cima da Ferrari, reassumindo a liderança da prova. O alemão ainda tentou responder, mas Lewis se defendeu bem. Após a ultrapassagem, Hamilton abriu muito em relação a Vettel.

Na volta 11, Max Verstappen já ocupava a sexta colocação e estava de volta à briga pelas primeira colocações. Outra briga que já durava algumas voltas era de Sérgio Perez, brigando pela décima posição com Felipe Massa. O mexicano ameaçava por muitas voltas o brasileiro.

Duas voltas depois, Daniel Ricciardo que já tinha perdido contato para Bottas e sofria ataque de Raikkonen, foi para os boxes e colocou pneus supermacios. Porém, na volta 16, Ricciardo abandonou a prova, com um problema de motor.

Vettel fez a parada na volta 17 e colocou pneus macios, que eram os compostos mais lentos, porém mais duradouros do final de semana. Hamilton permaneceu na pista por mais algumas voltas. O britânico cuidou bem dos pneus ultramacios.

Lewis foi para os boxes na volta 20, e também colocou pneus macios. O piloto da Mercedes voltou à frente de Vettel, mas o alemão não conseguiu se aproveitar e passar pelo britânico.

Com as paradas dos ponteiros, Max Verstappen assumiu a liderança momentânea da corrida. Essa posição de Verstappen durou até a 23a volta, quando Hamilton realizou a ultrapassagem em cima do holandês e reassumiu a ponta. Verstappen parou na volta 25, colocou pneus macios e retornou na quinta colocação.

Alonso que vinha fazendo uma boa prova, dentro da zona de pontos, teve problemas no motor e teve que abandonar.

Felipe Massa que largou de pneus supermacios, era o único que ainda não tinha parado, o brasileiro ocupava a sexta colocação na volta 28. O brasileiro finalmente parou na volta 30 e colocou pneus ultramacios. Massa voltou em 11o.

Na volta 39, Vettel foi para os boxes para a segunda parada, o alemão colocou pneus supermacios. Verstappen tinha parado uma volta antes, e voltou exatamente atrás do alemão.

Raikkonen partiu para cima de Valtteri Bottas e assumiu a segunda colocação da prova, na volta 43. Tanto ele quanto Bottas estavam com uma estratégia de não parar mais.

Na parte final da prova, Vettel partiu para o ataque sobre Bottas, em busca da terceira colocação e conseguiu realizar a ultrapassagem na volta 51, duas voltas depois, o finlandês também perdeu a posição para Max Verstappen.

Vettel também superou seu companheiro de equipe e retornou para a segunda colocação da corrida. Após a perda de posições, Bottas foi para os boxes e colocou pneus ultramacios.

Na última volta, Verstappen atacou Raikkonen e assumiu a terceira colocação. Hamilton venceu, com Vettel em segundo e com o grande Max Verstappen em terceiro. A quarta colocação ficou com Raikkonen e Bottas com a quinta.

Felipe Massa finalizou a prova em oitavo, marcando mais quatro pontos no campeonato.

Com a vitória de Hamilton, a Mercedes se tornou tetracampeã consecutiva no mundial de Construtores.

A manobra de Verstappen foi considerada ilegal, por cortar caminho em cima de Raikkonen e tomou uma punição de cinco segundos do tempo de prova, perdendo o pódio para o finlandês.

A Fórmula 1 volta na próxima semana com o GP do México e a F1Mania, como de costume, acompanhará todas as sessões AO VIVO e em TEMPO REAL.

Confira o resultado do GP dos EUA:

1) Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
3) Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari)
4) Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer)
5) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
6) Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes)
7) Carlos Sainz (ESP/Renault)
8) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes)
9) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes)
10) Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault)
11) Lance Stroll (CAN/Williams-Mercedes)
12) S.Vandoorne (BEL/McLaren-Honda)
13) Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso-Renault)
14) Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari)
15) Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari)
16) Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)
OUT) Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda)
OUT) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer)
OUT) Pascal Wehrlein (ALE/Sauber-Ferrari)
OUT) Nico Hülkenberg (ALE/Renault)

 

Fonte: Lance! 

Comentários

Nome

E-mail

Comentário