PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
14 dez 2018

Medina e Wilson avançam, e Filipe Toledo vai à repescagem em Pipeline


Após condições instáveis do clima nos últimos dias, o Campeonato Mundial de Surfe começou a todo vapor. Nesta quinta-feira, os candidatos ao título da etapa de Pipe Masters, no Havaí, em Pipeline, entraram no mar na primeira fase: Gabriel Medina avançou ao terceiro round, com uma pontuação de 13,16. O seu principal adversário da disputa, Julian Wilson também está na próxima fase. Contudo, quem amargou a vaga para repescagem foi Filipe Toledo, que não teve bom desempenho.

A penúltima bateria (bateria 6) foi a de Gabriel Medina, que tem grandes chances de conquistar o título mundial, duelou contra Benji Brand e Connor O’Leary. Com menos de dois minutos, o brasileiro já tomou a dianteira, porém o australiano O’Leary pegou a liderança, com uma diferença de 0,54, o que proporcionou ainda mais emoção para a disputa.

Para buscar o prejuízo, Gabriel Medina aplicou um belo aéreo, porém caiu ao tentar fazer o segundo. Mas mesmo assim, abriu uma boa vantagem e retomou à liderança da bateria. Faltando cinco minutos para o término, o australiano perdeu a segunda colocação para Brand. Mas, Medina avançou ao terceiro round, com 13,16 pontos na bateria.

– Sei que aqui um resultado só vai importar a partir da semifinal, mas para mim cada bateria é uma final e essa foi muito importante – disse Gabriel Medina ao passar pela zona mista do Pipe Masters.

Filipe Toledo, pela bateria 4, não conseguiu fazer seu melhor desempenho e acabou indo para repescagem. Ao seu lado, na disputa, estavam Matt Wilkinson e Caio Ibelli. Com menos de seis minutos, Wilkinson estava na liderança e se manteve. Ao final da bateria, Matt Wilkinson somou 6,03; Filipe Toledo, 5,04; e Caio Ibelli, 4,93. O australiano se classificou para o round 3 de maneira direta.

O australiano Julian Wilson esteve em situação complicada, em sua bateria. Toma Hermes e Seth Moniz deram trabalho para o surfista que briga pelo título mundial. Mas, faltando dois minutos para o término virou o placar, assumiu a liderança e se classificou para o round seguinte, com 8,03. Já o brasileiro amargou a repescagem, com 6,40. Assim como o havaino, com 4,57 pontos.

OUTROS BRASILEIROS: 


Além de Gabriel Medina e Filipe Toledo, outros brasileiros também estiveram na disputa. Italo Ferreira, Yago Dora e Jesse Mendes passaram para o terceiro round. Tomas Hermes, Caio Ibelli, Ivan Gouveia se juntaram a Filipinho na repescagem.

Além da briga pelo caneco da temporada, também estão em jogo a taça da Tríplice Coroa Havaiana, um dos prêmios mais respeitados do esporte, e a permanência na elite em 2019 para quase dez surfistas. A competição se inicia com as triagens, que reúnem 26 havaianos e convidados brigando por vaga no evento principal.

 

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário