PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
6 jan 2017

Manifestantes marcam evento contra projeto de lei que visa vetar pornografia


Manifestantes resolveram organizar um protesto bem-humorado contra o deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP), que apresentou um projeto à Câmara sugerindo que as operadoras telefônicas criem uma maneira de vetar conteúdos de sexo virtual, prostituição e sites pornográficos. Segundo ele, há “viciados em conteúdo pornô e na masturbação” e os jovens estão mais susceptíveis a desenvolver esse tipo de dependência.

Na página do evento no Facebook, o grupo afirma que o projeto de lei fere a liberdade individual das pessoas, e pretende realizar um protesto em defesa da liberdade, a avenida Paulista, em São Paulo.

veto_a_pornografia

Histórico do Parlamentar – Convertido à matriz evangélica em 2000, Aguiar hoje administra, paralelamente à trajetória política, sua carreira como intérprete gospel. Mas em 92, por exemplo, fez bastante sucesso nas rádios com o hit sertanejo “Não dá pra fazer amor sem ter você”, de autoria de Zezé Di Camargo.

Diz a letra: “Não dá pra continuar sofrendo assim/Não dá, não dá/Não dá pra continuar vivendo assim/Não dá, não não dá/Não dá pra levar a vida sem você/Não dá, não dá/Não dá pra fazer amor sem ter você/Não dá, não não dá”.

O deputado, que hoje tem 43 anos, começou sua carreira musical aos 8 anos, quando venceu um concurso de calouros no Programa Raul Gil. Passou a década de 90 participando de festivais sertanejos e até fez uma participação como ator na novela “Estrela de fogo”, da Record, cujo tema de abertura foi gravado por ele.

Após a conversão religiosa, ingressou no ramo da música gospel, em 2008 emplacando uma eleição para vereador em São Paulo. Dois anos depois, se elegeu deputado federal, sendo reconduzido à Câmara dos Deputados em 2014.

Seu polêmico projeto antimasturbação ganhou repercussão nesta quarta-feira (4), em nota publicada por Lauro Jardim em sua coluna no O Globo.

marcelo_aguiar

Comentários

Nome

E-mail

Comentário