PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
5 jul 2016

Malta, na Paraíba, sofre com a falta de água e está em estado de emergência


Os moradores da cidade de Malta, no Sertão paraibano, estão sofrendo com a falta de água. O município está entre os 170 da Paraíba que estão em estado de emergência por conta da estiagem e passa por racionamento no abastecimento.

Malta é abastecida pelo Açude de Coremas, que fica a 57 km. O manancial está, segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), com 6,95 da capacidade. Até outubro de 2016, o açude deve atingir o volume mínimo operacional e a distribuição pode ser cortada.

Para o morador da cidade José Salviano Filho, a solução é apenas esperar a chuva para encher o açude. “A água é distribuída um dia em um bairro e outro dia em outro bairro. O pensamento da população é que só a natureza vai resolver o problema”, disse.

De acordo com a Agência Nacional das Águas (ANA), as cidades abastecidas pelo Açude de Coremas vão passar a receber água do manancial Mãe D’água, que também está em estado de observação, com 12,7% da capacidade total.
Além do racionamento, Malta também sofre com o desperdício, segundo José Salviano Filho. “É uma falta de conhecimento da população que despediça água, sem entender que ele está prejudicando a ele mesmo”, alertou o morador.

Situação dos açudes

Dos 126 mananciais monitorados pela Aesa, 53 estão em estado crítico, com menos de 5% da capacidade. Em observação, com menos de 20%, estão 31 açudes paraibanos e apenas cinco estão sangrando.

Comentários

Nome

E-mail

Comentário