PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
14 maio 2018

Lula lidera intenção de voto; sem petista, Bolsonaro vence 2º turno, diz CNT/MDA


A pesquisa CNT/MDA sobre a corrida presidencial 2018 divulgada nesta segunda-feira (14) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) permanece na liderança das intenções de voto, mesmo depois de ser preso – e possivelmente enquadrado na Lei de Ficha Limpa. Sem o petista, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 18,3% dos votos, seguido da ex-senadora Marina Silva (Rede), com 7,5%, e do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 5,4%.

Nas simulações de segundo turno sem o ex-presidente Lula , Bolsonaro empata tecnicamente com Marina Silva e Ciro Gomes, vencendo os demais candidatos. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Para o primeiro turno, a pesquisa considerou quatro cenários diferentes, com nomes como o do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB); o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTC); o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB); o presidente Michel Temer (MDB); além do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) e o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos (Psol), entre outros. Já para o segundo turno, foram traçados 15 cenários diferentes.

Segundo a CNT/MDA aponta, também é possível encontrar um percentual elevado de votos brancos, nulos e indecisos, em especial nos cenários sem o petista, indicando que o eleitor ainda está em busca de algum nome para confiar seu voto.

Veja os resultados dos cenários apontados na pesquisa,  que pode ser conferida na íntegra aqui.

Eleição presidencial 2018

1º turno: Intenção de voto espontânea

Lula: 18,6%

Jair Bolsonaro: 12,4%

Ciro Gomes: 1,7%

Marina Silva: 1,3%

Geraldo Alckmin: 1,2%

Joaquim Barbosa: 1,0%

Álvaro Dias: 0,9%

Outros: 1,8%

Branco/Nulo: 21,4%

Indecisos: 39,6%

1º turno: Intenção de voto estimulada

CENÁRIO 1: Lula 32,4%, Jair Bolsonaro 16,7%, Marina Silva 7,6%, Ciro Gomes 5,4%, Geraldo Alckmin 4,0%, Álvaro Dias 2,5%, Fernando Collor 0,9%, Michel Temer 0,9%, Guilherme Boulos 0,5%, Manuela D´Ávila 0,5%, João Amoêdo 0,4%, Flávio Rocha 0,4%, Henrique Meirelles 0,3%, Rodrigo Maia 0,2%, Paulo Rabello de Castro 0,1%, Branco/Nulo 18,0%, Indecisos 8,7%.

CENÁRIO 2: Jair Bolsonaro 18,3%, Marina Silva 11,2%, Ciro Gomes 9,0%, Geraldo Alckmin 5,3%, Álvaro Dias 3,0%, Fernando Haddad 2,3%, Fernando Collor 1,4%, Manuela D´Ávila 0,9%, Guilherme Boulos 0,6%, João Amoêdo 0,6%, Henrique Meirelles 0,5%, Flávio Rocha 0,4%, Rodrigo Maia 0,4%, Paulo Rabello de Castro 0,1%, Branco/Nulo 29,6%, Indecisos 16,1%.

CENÁRIO 3: Jair Bolsonaro 19,7%, Marina Silva 15,1%, Ciro Gomes 11,1%, Geraldo Alckmin 8,1%, Fernando Haddad 3,8%, Branco/Nulo 30,1%, Indecisos 12,1%.

CENÁRIO 4: Jair Bolsonaro 20,7%, Marina Silva 16,4%, Ciro Gomes 12,0%, Fernando Haddad 4,4%, Henrique Meirelles 1,4%, Branco/Nulo 31,7%, Indecisos 13,4%.

Características dos candidatos

Segundo a pesquisa, o eleitor brasileiro considera a honestidade como sendo a característica principal para a escolha do candidato (65%). Na sequência, estão novas propostas para o Brasil (47,7%), trajetória de vida (25,4%), se é novo no meio político (12,1%), qual partido pertence (5,9%), e se é do meio empresarial (3,4%).

Ex-presidente Lula preso X eleições 2018

Entre os temas abordados na pesquisa divulgada hoje está a prisão do ex-presidente, considerada “justa” para 51% dos entrevistados. Por causa disso, 49.9% das pessoas acreditam que o petista não disputará as eleições após ser condenado em segunda instância, enquanto 40,8% ainda esperam que ele entre na corrida eleitoral.

A pesquisa CNT/MDA

Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), com o número BR-09430/2018.

 

Fonte: iG

Comentários

Nome

E-mail

Comentário