PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
4 mar 2018

Loja Maçônica de Uiraúna faz promoção de bravura


A Loja Maçônica Vigilantes do Canaã, da cidade de Uiraúna/PB, houve por bem prestar homenagem aos policiais militares integrantes da 2ª Companhia de Polícia Militar do 6° Batalhão, em razão de terem, no dia 25 de janeiro último, evitado possível roubo da agência bancária da cidade.

Naquela oportunidade, os militares suspeitaram da presença de dois veículos estacionados nos fundos de residência localizada na zona rural do município e, quando fizeram a abordagem, houve a surpreendente descoberta de que, no local, concentrava-se laboratório estratégico de apoio para perpetração de ação de extrema violência, com destaque para arrombamento de agência bancária.

No local devassado, os policiais encontraram verdadeiro arsenal, tendo sido apreendidas várias armas, compreendendo escopeta calibre 12, pistola, revólver, quantidade razoável de munições, coletes à prova de bala e explosivos que seriam usados na explosão dos caixas eletrônicos.

Não há a menor dúvida de que a ação extraordinária e bem sucedida dos militares teve o condão de não somente desmontar os planos estratégicos dos criminosos, mas, sobretudo, de evitar danos incalculáveis para os uiraunenses e a comunidade da vizinhança, à vista da existência de armas pesadas e explosivos em quantidade razoável, cujas consequências poderiam ser desastrosas e terríveis, a exemplo dos casos semelhantes já acontecidos em outras cidades, que ficaram arrasadas depois das ações dos bandidos, ante a destruição provocada e os problemas financeiros deixados para o comércio e a população, quando se sabe que esta não absorve facilmente o impacto da barbárie, que é capaz de deixar abalos profundos, em razão do choque causado pelas irracionalidade e selvageria.

À toda evidência, as ações criminosas do tipo arrombamento de bancos têm como consequência o trauma e o sentimento de insegurança para a comunidade, que fica impossibilitada de superar as dificuldades e os problemas decorrentes da violência, em razão dos danos causados à integridade física da população e de seu patrimônio, diante da existência de muitas armas e munições em mãos de pessoas irracionais e irresponsáveis.

A aludida cerimônia de homenagem teve por finalidade transmitir aos policiais militares o reconhecimento da sociedade, por intermédio daquela loja maçônica, dando ênfase à brilhante participação deles no desmantelamento de quadrilha muito bem organizada, que planejava, de forma estratégica, arrombar e roubar o dinheiro de agência bancária da cidade.

É induvidoso que há absoluta justeza da homenagem prestada aos bravos militares policiais, a qual tem por propósito enaltecer a competência e o alto grau de profissionalismo desses profissionais da segurança pública, que são incumbidos de prestar proteção às pessoas e preservar a ordem pública.
A Loja Maçônica de Uiraúna está de parabéns, em razão da feliz iniciativa de homenagear os integrantes da missão exitosa empreendida por bravos e corajosos militares, que conseguiram evitar possível ato de vandalismo contra a população, além de contribuir para o fiel cumprimento da sua missão constitucional de manutenção da segurança pública e da integridade patrimonial.

Diante dessa importante demonstração de competência e eficiência, no estrito cumprimento do dever funcional militar, convém que a aludida instituição da maçonaria ou outra entidade social ou pública façam moção junto ao governo do Estado da Paraíba ou à sua Secretaria de Segurança Pública, no sentido de que esse gesto de bravura e competência dos militares agraciados em bela solenidade da maçonaria, que certamente contribuiu para se evitar tragédia com consequência prejudiciais à comunidade, sirva como real e suficiente justificativa capaz de ensejar, por indiscutível mérito laboral, a promoção, por ato heroico, dos integrantes da missão em apreço à graduação (praças) e ao posto (oficial) superiores de um nível, como forma efetiva de se promover o desejável estímulo à espinhosa missão de policial militar, que também tem o dever institucional de prevenir grandes atos de violência e de prejuízos à ordem pública e ao patrimônio da sociedade.

A promoção aludida no parágrafo precedente serve de estímulo funcional não somente para os integrantes da missão aqui comentada, mas para a corporação militar, no sentido de contribuir para o maior interesse dos policiais militares, no cumprimento do seu dever institucional.
Caso não seja levada adiante a justa proposição aqui formulada, que, pelo menos, a instituição maçônica se digne em informar aos destemidos militares que a sociedade uiraunense tem preito de reconhecimento e gratidão ao importante trabalho desenvolvido por eles, que são merecedores do apoio e do estímulo da comunidade.

Convém que a direção da Loja Maçônica Vigilantes do Canaã, da cidade de Uiraúna/PB, ou quem ler este texto dê conhecimento dele ao Tenente Luiz Eduardo, para que ele seja transmitido a seus bravos comandados que os uiraunenses têm bastante apreço ao trabalho da sua competente e destemida equipe, ante a demonstração de coragem e destemor no enfrentamento, de peito aberto, da criminalidade, em que pesem as enormes dificuldades de apoios estratégicos e materiais apropriados ao combate à violência, em comparação ao arsenal e outros recursos em poder do crime organizado. Acorda, Brasil!

ANTONIO ADALMIR FERNANDES
Brasília, em 28 de fevereiro de 2018

Comentários

Nome

E-mail

Comentário