PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
8 set 2017

Ladrões furtam escola em São José de Piranhas, levam móveis e até a merenda


Motoristas e funcionários da Escola Municipal Joaquim Pereira Lima, próximo à Vila Produtiva Rural Cacaré (VPR), zona rural de São José de Piranhas, tiveram uma surpresa ao chegar ao local na manhã desta quinta-feira (7). Eles encontraram a cozinha arrombada e todas as repartições com as fechaduras arrancadas ou quebradas.

Segundo o motorista da escola, conhecido por Rinaldo de Chiquinho Miguel, 46 anos, os vândalos furtaram dois freezers, uma geladeira grande e nova, uma televisão de plasma, um botijão de gás, um liquidificador, uma panela de pressão, uma caixa de som, os birôs que estavam dentro da sala da diretoria, um gelágua, cadeiras e vários utensílios. Eles ainda levaram toda a merenda que tinha estocada na escola.

Outro motorista que também leva alunos para a escola, conhecido por Naldinho, disse ao portal Radar Sertanejo que foi ele quem primeiro percebeu o roubo. “Eu ia passando e vi a escola aberta… daí eu entrei e percebi que estava tudo arrebentado, eles forçaram a as fechaduras com um pé de cabra” – contou. Logo em seguida a direção da escola foi comunicada.

Uma guarnição da Polícia Militar de São José de Piranhas compareceu ao local, por volta do meio dia. Isso porque devido ao feriado de 7 de Setembro o furto só foi detectado no final da manhã.

Ainda não tem pistas sobre os responsáveis pelo crime, mas a polícia está em ação na buscativa de localizar e prender os ladrões. O local fica a menos de 5 quilômetros da divisa com o Ceará, o que leva a crer que os infratores podem ser até mesmo do estado vizinho.

Por segurança, alguns poucos utensílios que escaparam do furto foram levados por funcionários da escola para guardar em outro local seguro.

A Escola Municipal Joaquim Pereira Lima já foi furtada outras vezes.

Por conta dos sucessivos furtos ocorridos em anos anteriores, funcionários tiveram que se unir para fazer bingos e rifas para conseguir recursos e comprar novos equipamentos para o educandário.

Fonte: Radar Sertanejo

Comentários