PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
8 fev 2018

Investir em especialização vira caminho dos brasileiros para driblar o desemprego


Em meio às reformas trabalhistas, a taxa de desemprego segue em alta no Brasil. Segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 12,6 milhões de brasileiros ainda não conseguiram retornar ao mercado de trabalho. Em 2017, a taxa média registrada foi de 12,7%, a maior da série histórica do IBGE, que começou em 2012.

Nesse período, o desemprego alcançou, em média, 13,2 milhões de pessoas, número mais elevado dos últimos cinco anos. Apesar do número ser 5% a menor do que os três meses anteriores, a qualidade dos empregos ainda não melhorou, pois, a maioria das vagas disponíveis não têm a garantia da carteira assinada.

Qualificação nos estudos

Com o mercado retraído e cada vez mais concorrido, um dos caminhos que estão sendo trilhados por muitos brasileiros é buscar a qualificação profissional, investindo nos estudos. Afinal, quem está empregado precisa se capacitar constantemente para manter o emprego ou, quem sabe, buscar melhorias. Já o desempregado luta para se inserir no mercado de trabalho.

A administradora hospitalar Fernanda Jordão aumenta a estatística de desemprego. “O mercado está bastante competitivo. Com o MBA, tenho um diferencial, principalmente na minha área hospitalar que vem buscando muito por qualidade. Estou investindo em diferencial para retornar ao mercado de trabalho, pois atualmente estou em busca de recolocação”, fala a aluna do curso de especialização em Gestão de Qualidade. Mesmo sem contratação formal, Fernanda apostou na qualificação. “Tive essa oportunidade de estudar por causa do Educa Mais Brasil. Consegui 40% de desconto, o que facilitou o pagamento”, acrescenta.

Rafael de Almeida, pós-graduando de MBA em Gestão de Projetos, destaca a importância da bolsa de estudo no cenário atual do mercado, “É uma oportunidade de voltar a estudar, é um incentivo independente da pessoa estar empregada ou não. Com o incentivo, é possível até fazer outro curso que você não poderia fazer naquele momento”.

Ambos dos pós-graduandos têm bolsa de estudo pelo Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país. Para conseguir uma bolsa de estudo pelo Educa Mais Brasil basta clicar aqui, fazer inscrição de forma gratuita e escolher a sua cidade e o curso pretendido.

Comentários

Nome

E-mail

Comentário