PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
15 set 2016

Inspirado em Demian, Jucão quer mostrar que jiu-jitsu está vivo no UFC


O pouco conhecimento que o torcedor americano tem sobre a luta de solo inevitavelmente faz com que cada vez mais os juízes deem pouco tempo para os lutadores desenvolverem o jiu-jitsu, mandando a luta voltar de pé a cada sinal de aparente pouca movimentação no solo.

O atleta oriundo do jiu-jitsu não tem mais tempo para fazer o adversário cansar, para depois tentar a finalização. A solução é impor um ritmo alto desde o começo, grudando no adversário, no melhor estilo Demian Maia, que vem embalado por seis vitórias seguidas entre os meio-médios.

Retornando aos meio-médios, após acumular uma vitória e uma derrota nos médios, Roan Jucão se mostrou inspirado em Demian para mostrar o valor da arte suave, neste sábado (17), diante de Kenny Robertson, em luta que acontece no Texas (EUA).

– É muito bom ver um cara oriundo do jiu-jitsu brilhando, o Demian Maia serve de motivação para mim, tem muita gente preocupado em trocar porrada e ainda tem muitos caras fracos no chão, por incrível que pareça. Nós que somos da arte suave podemos ser impor o nosso jogo como o Demian tem feito. Vou mostrar para as pessoas que o jiu-jitsu está vivo e que quando se tem essa arte refinada você vai longe – disse Jucão, em entrevista ao LANCE!

Roan vem de derrota para Derek Brunson, em fevereiro deste ano, enquanto seu adversário vem de revés para Ben Saunders e não luta a mais de um ano. O brasileiro possui dez finalizações em seu cartel, enquanto o americano contabiliza nove vitórias por submissão, o que deixa Jucão animado para um provável duelo no solo.

– Ele é um cara que aceita o jogo de chão, onde eu sou especialista e é no solo que eu vejo grandes chances de eu capitalizar um bom momento e conseguir a vitória. Estou muito motivado e irei tirar proveito dos buracos que vejo no jogo dele – concluiu.

Confira abaixo o card completo do UFC Fight Night 93:
Dustin Poirier x Michael Johnson
Uriah Hall x Derek Brunson
Evan Dunham x Rick Glenn
Roan Jucão x Kenny Robertson
Chris Wade x Islam Makhachev
Chas Skelly x Maximo Blanco

Card preliminar

Gabriel Benítez x Sam Sicilia
Augusto Montaño x Belal Muhammad
Antônio Cara de Sapato x Leonardo Leleco
José Alberto Quiñonez x Joey Gomez
Erick Montaño x Randy Brown
Alejandro Pérez x Albert Morales

  Fonte: Lance!

Comentários