PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
26 nov 2014

Icó-CE: Ex-presidiário é morto a tiros no Hospital Regional


20141126151032_capaDistante 146km de Juazeiro do Norte, a cidade de Icó continua vivendo dias de apreensão por conta do grande número de homicídios nos últimos dois meses. Na manhã desta quarta-feira (26) foi registrado o 10º assassinato dos últimos sessenta dias, o 32º do ano naquele município.

O local da morte mais recente, no entanto, chamou a atenção da Polícia e dos moradores locais, visto que um homem de 32 anos foi morto a tiros no pátio do Hospital Regional, o que causou pânico e muita correria em que se encontrava na unidade de saúde.

O ex-presidiário Adriano Lima Cunha, 32, foi atingido por vários tiros de pistola dentro do seu veículo Golf de cor vermelha e placa HWB 9696, licença de Icó. Os acusados fugiram logo em seguida em uma moto Honda de cor preta e placa MIO 4221 com inscrição de Joinville-SC.

Durante a fuga pela Rua Monsenhor Frota após o local que é conhecido como o balão do Padre Cicero, em frente a um posto de combustíveis, eles colidiram com outra moto. Eles só não contaram que próximo a eles os soldados Madriardy e Tiago Pereira da Força Tática de Apoio observaram que um deles pegavam uma arma ao levantar.

Nesse momento foi-lhes dada voz de prisão, descobrindo-se que um deles era Antônio Bruno Torquato da Costa, 20 anos e conhecido como Barrão. Com ele os PMs encontraram uma pistola 380, munições para ela e outras .45 além de dois carregadores.

Ele foi conduzido à presença do Delegado Marcos Sandro Nazaré de Lira e autuado em flagrante por homicídio qualificado. Seu comparsa, identificado como Marcelo Revil, fugiu após o acidente.

O delegado Marcos Sandro descobriu que Barrão já responde a diversos assaltos e homicídios. Tomou conhecimento também de que a dupla tinha recebido dois mil reais do dono de uma sucata em Icó, conhecido como Luiz Trocador e de seu filho “Lourinho” para matar Adriano.

Naturais de Solonópole, os dois homens que executaram a vítima pernoitaram na casa do mandante e autor intelectual. Adriano, por sua vez, já foi acusado de receptação e tinha envolvimento com roubos a bancos e integrava um facção criminosa que assassinou o neto de Luiz Trocador, proprietário da sucata, um menor de 16 anos morto a tiros em uma estrada na localidade de NH-2.

O crime da manhã desta quarta-feira no pátio do Hospital Regional foi seguido de investigações. Em uma visita à casa da vítima os inspetores Pinheiro, Junior Pernambucano e Hugo, encontraram um revólver calibre 38, munições de pistola .40 e 380, bem como dinheiro e documentos. Todo o material foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Icó.

DOIS CASOS SOLUCIONADOS

Por meio das investigações deste crime o delegado Marcos Sandro e os inspetores sob sua chefia puderam solucionar outros dois homicídios que ganharam grande repercussão ao serem noticiados no Site Miséria.

Antônio Bruno, o Barrão, e Marcelo Revil participaram da execução com mais de 18 tiros do cabeleireiro Francisco Anibal de Freitas, 50 anos, morto no dia 10 de novembro em seu salão de beleza. Eles ainda foram os autores da morte de Carlos Eduardo, o “Neguinho de Maricô”, criança de 10 anos morto no dia 17 último. A Polícia aprofunda as investigações visando elucidar mais homicídios.

Fonte: Site Miséria

Comentários

Nome

E-mail

Comentário