PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
13 nov 2016

Hamilton vence em prova caótica e decisão fica para Abu Dhabi


Em prova com duas interrupções, emoção de Massa e muita chuva, GP Brasil teve um final épico.

Ninguém poderia esperar o que aconteceria no GP do Brasil deste domingo. Com chuva durante todo o dia, a prova teve três horas de duração e duas bandeiras vermelhas. No fim, Lewis Hamilton, o pole, ganhou pela primeira vez em Interlagos, terra de seu ídolo, Ayrton Senna. Nico Rosberg, líder do campeonato, foi o segundo e a disputa pelo título vai para a última etapa, em Abu Dhabi. Max Verstappen, em grande atuação, fechou o pódio. Felipe Massa bateu na volta 48 e abandonou.

Com o resultado, Hamilton chegou a 355 pontos e conseguiu sua 52ª vitória na F-1, passando Alain Prost, como o segundo com mais triunfos na história da categoria. Rosberg tem 367 pontos e tem 12 pontos de vantagem para o seu companheiro de Mercedes.

A CORRIDA

Por conta da chuva, a largada foi dada atrás de Safety Car, após 10 minutos de atraso.

Após sete voltas atrás do Carro de Segurança a bandeira verde foi acionada. E muitos já foram para os boxes para colocarem pneus intermediários.

Na volta 10, Vettel rodou na Subida do Café, perdendo todas as posições. Na volta 13, Ericsson bateu forte na entrada dos boxes, provocando outra entrada do Safety Car.

A corrida ganhava tons dramáticos pelo excesso de água na pista. O carro de Ericsson ficou parado bem na entrada dos boxes e a organização da prova fechou a entrada ao pit lane.

Massa, que tinha parado para trocar pneus, caiu para o fim do grid, enquanto Nasr que não parou, subiu para a oitava colocação.960_0b3116af-c784-3eb2-9e38-d92136fcba09

O Safety Car recolheu na volta 19 e no início da volta 20, Kimi Raikkonen bateu na reta dos boxes, acionando novamente o Safety Car.

No mesmo momento, a organização da prova optou por dar bandeira vermelha, para a retirada do carro do finlandês.

Massa tomou uma punição de cinco segundos por ultrapassar Gutierrez antes da linha de box.

Ricciardo também foi punido em cinco segundos por entrar nos boxes com ele fechado.

A corrida ficou interrompida por 35 minutos e quando retornou, Hulkenberg teve um furo no pneu e retornou aos boxes.

Palmer acertou o carro de Kvyat enquanto o Safety Car ainda estava na pista. E a organização deu outra bandeira vermelha.622_1f5671c4-e76f-3e8e-8464-2faeb782de04

Hamilton reclamou no rádio que a pista estava boa para recomeçar.

Mais 26 minutos de interrupção e os carros retornaram para a pista atrás do Safety Car para mais uma tentativa de ter corrida.

Após três voltas atrás do Carro de Segurança, a bandeira verde foi dada e Verstappen fez uma excelente ultrapassagem em Nico Rosberg por fora, na Curva do Sol.

Na volta 38, Max Verstappen escapou na subida do Café, ficando de lado. Quando conseguiu recuperar o controle do carro, ele voltou ainda à frente de Nico Rosberg.

Massa tinha colocado pneus intermediários e já estava andando mais que todo o pelotão. Ricciardo fez o mesmo.

Ricciardo voltou dos boxes fazendo a melhor volta da corrida, mas a previsão era que ia voltar a chover forte. Verstappen acabou parando para colocar intermediários na volta 43.

Vettel superou Felipe Nasr e assumiu a sexta colocação. Alonso que tinha trocado para intermediários, retornou para pneus de chuva algumas voltas depois.

Na volta 47, Massa bateu no mesmo ponto onde Ericsson tinha batido no começo da corrida, fim de prova para o brasileiro e outro Safety Car.

Ao sair do carro, Massa foi ovacionado pela torcida. O brasileiro chorou muito no caminho de volta aos boxes e quando chegou ao pit lane foi aplaudido por todas as equipes pelas quais ele passou em frente: Mercedes, Ferrari e Williams, emocionante.

Oito voltas depois, o Safety Car saiu e a corrida foi reiniciada Verstappen iniciava seu show, passando Bottas e Ricciardo por fora.

Hulkenberg ultrapassou Nasr na volta 59 e assumiu a sexta colocação. O brasileiro fazia uma corrida cautelosa, para conseguir os primeiros pontos para a equipe.

Verstappen passou por Ocon e Nasr e seguia atrás para superar o Hulkenberg, o holandês fazia uma corrida muito boa.000_i153t-1170x400-1478983138

Ricciardo também superou o Nasr e nessa hora o brasileiro caia para a nona colocação.

A nova vítima de Verstappen foi Nico Hulkenberg a manobra do piloto da Red Bull aconteceu na volta 65. Na volta seguinte ele já tinha superado Vettel e Sainz e já era o quarto na prova.

Verstappen conseguiu fazer uma super ultrapassagem em cima de Perez e já era o terceiro.

Hamilton venceu e ainda manteve o campeonato vivo. Mesmo com a segunda colocação de Rosberg, o inglês vai para Abu Dhabi, com 12 pontos de desvantagem para Nico.

Felipe Nasr conseguiu uma excelente nona colocação e salvou dois pontos para a Sauber.

Fonte: Lance!

Comentários