PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
27 ago 2017

Hamilton segura pressão de Vettel, vence na Bélgica e embola briga pelo título


Britânico conquista a 58o vitória da carreira e a briga pelo título fica mais acirrada.

Lewis Hamilton foi perfeito no final de semana, o inglês se defendeu muito bem das investidas de Sebastian Vettel no GP da Bélgica e mostrou que a briga pelo título será intensa até o final da temporada. Vettel, ficou com a segunda colocação e Daniel Ricciardo completou o pódio, em terceiro.

Felipe Massa, que largou em 16o, fez uma corrida dentro das possibilidades de seu carro, completando a prova, em um ótimo oitavo lugar.

Confira como foi a prova.

Na largada, Hamilton se manteve à frente, com Vettel em segundo e Bottas em terceiro. O alemão da Ferrari tentou passar o Hamilton após a Eau Rouge, mas o britânico se defendeu bem. Massa subiu de 16o para 14o na largada.

Fernando Alonso também fez uma ótima ultrapassagem em cima de Hulkenberg, subindo para a sétima colocação. Uma volta depois, tomou o troco do piloto da Renault. Enquanto isso, Pascal Wehrlein abandonava a prova nos boxes.

Alonso depois de perder para Hulkenberg, perdeu também para as duas Force Indias, primeiro por Ocon e uma volta depois, Perez. O espanhol reclamou via rádio que o carro não tinha potência. O piloto da McLaren ainda perderia a posição para Romain Grosjean também.

Na volta oito, Max Verstappen aparecia lento na pista e abandonava logo na sequência. O holandês saiu do carro inconformado.622_6da98a28-e9aa-4c43-b54d-9897bfcfc26d

Na volta 11, as primeiras paradas para troca de pneus começaram. Massa parou uma volta depois, enquanto Hamilton parou no final da volta 12 e Vettel permaneceu na pista. O alemão parou na volta 15 e voltou bem atrás de Hamilton, que por outro lado, brigava com Kimi Raikkonen pela liderança, pois o finlandês ainda não tinha parado. O britânico executou a ultrapassagem sem problemas e reassumiu a ponta. No final da mesma volta, Kimi fez a sua parada.

O mesmo Raikkonen tomou uma punição de 10 segundos, por não ter diminuído a velocidade durante a bandeira amarela. Após cumprir a punição, o finlandês voltou na sétima colocação.

Na volta 17, Vettel se aproximou de Hamilton e iniciava a caçada ao britânico pela liderança da prova. Mas o piloto da Mercedes conseguiu uma vantagem segura do alemão, a qual Vettel não conseguia se aproximar o suficiente.

Na volta 27, Alonso abandonou a prova, após reclamar de falta de potência e três voltas depois Ocon e Perez, que já tinham se estranhado na largada, bateram novamente. Ocon teve o bico do carro danificado, enquanto Perez teve o pneu traseiro furado. Destroços dos dois carros ficaram espalhados pela pista e o Safety Car foi acionado. Os carros aproveitaram o Safety para realizar a segunda parada. Vettel colocou pneus ultramacios, enquanto Hamilton continuou com os pneus macios. O britânico reclamava no rádio a demora em que o carro de segurança ficou na pista.

A relargada foi dada na volta 34 e Vettel colou no Hamilton, os dois chegaram a ficar lado a lado, mas o britânico permaneceu na ponta. Ricciardo se aproveitou da relargada e passou por Bottas, assumindo a terceira colocação, Raikkonen também passou pelo seu compatriota.

Hamilton voltou a construir uma boa vantagem sobre Vettel e foi tranquilo para a vitória. O alemão da Ferrari fazia de tudo para se aproximar do britânico, tanto que derrubou o recorde da pista, fazendo uma volta de 1:46.577.

Mas nada foi o suficiente, Lewis Hamilton conquistou a vitória, com Vettel em segundo e Daniel Ricciardo em terceiro. Felipe Massa terminou na oitava colocação.

A próxima etapa da Fórmula 1 acontece no circuito de Monza, na Itália, já no próximo fim de semana, entre os dias 1 e 3 de setembro.

Confira o resultado do GP da Bélgica:

1) Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
3) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer)
4) Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari)
5) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
6) Nico Hülkenberg (ALE/Renault)
7) Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari)
8) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes)
9) Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes)
10) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso-Renault)
11) Lance Stroll (CAN/Williams-Mercedes)
12) Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault)
13) Jolyon Palmer (ING/Renault)
14) Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda)
15) Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)
16) Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari)
OUT) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes)
OUT) Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda)
OUT) Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer)
OUT) Pascal Wehrlein (ALE/Sauber-Ferrari)

000_RV8GI-1170x400-1503841269

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário