PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
25 mar 2019

Gilberto Gil e Marisa Monte gravam juntos após 25 anos para disco com cânticos do Candomblé


Gilberto Gil e Marisa Monte se reencontraram em um estúdio de gravação 25 anos após terem se juntado na cadência bonita do samba Dança da solidão (Paulinho da Viola, 1972) em fonograma do terceiro álbum da cantora, Verde anil amarelo cor de rosa e carvão (1994).

O reencontro aconteceu no início deste ano de 2019 em gravação feita em Salvador (BA) para o álbum Obatalá – Uma homenagem a Mãe Carmen.

Antes, em 1996, Gil e Marisa também já tinham gravado juntos – com as adesões de Alceu Valença e Gerônimo – a composição Life gods (Arnaldo Brandão, Monica Millet e Tavinho Paes) para o disco com a trilha sonora do filme Navalha na carne (1997).

Previsto para ser lançado na segunda quinzena de maio, o álbum Obatalá reúne cânticos afro-brasileiros do Candomblé e, como o subtítulo já explicita, trata-se de saudação à ialorixá baiana Carmen Oliveira da Silva, conhecida como Mãe Carmen do Gantois e atualmente com 90 anos.

Além da reunião de Gilberto Gil com Marisa Monte, o álbum Obatalápromove o reencontro de Gil com Jorge Ben Jor – cuja parceria foi retomada em 2018 com a composição de Ela diz que me ama, música feita sob encomenda para Roberta Sá lançá-la no álbum Giro, dedicado ao cancioneiro de Gil – e tem elenco estelar que inclui Alcione, Carlinhos Brown, Daniela Mercury, Gal Costa e Margareth Menezes, entre outros cantores.

Fonte: G1

Comentários

Nome

E-mail

Comentário