PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
7 abr 2017

Gastelum é pego no doping e está fora de luta com Anderson Silva


O UFC 212 perdeu uma de suas principais lutas. O evento, que ocorre no Rio de Janeiro, em 3 de junho, teria um duelo peso médio entre Anderson Silva e Kelvin Gastelum. Nesta quinta-feira (6), porém, o Ultimate divulgou que a USADA verificou anormalidades em um teste antidoping conduzido no norte-americano no dia de sua luta contra Vitor Belfort pelo UFC Fortaleza, em março deste ano. De acordo com o exame, KG teria usado maconha, o que é proibido em período de competição e ele não enfrentará mais o Spider no segundo evento brasileiro em 2017.

Em comunicado oficial, o UFC garantiu que Gastelum terá direito a defesa apropriada, se assim desejar, e caberá à CABMMA (Comissão Brasileira de MMA) achar uma punição razoável ao norte-americano, caso ele seja mesmo culpado. De qualquer forma, o Ultimate se antecipou e retirou Kelvin de sua luta com Anderson Silva, que seria a segunda mais importante da noite no UFC 212.

Mesmo assim, o UFC garantiu que o ex-campeão dos médios será mantido no evento, e está em processo de identificar um substituto adequado para Gastelum, que vem de duas vitórias seguidas até 84 kg., contra Tim Kennedy e Vitor Belfort. É possível, no entanto, que o triunfo sobre o Fenômeno seja transformado em luta sem resultado, dependendo da culpabilidade do norte-americano.

FORTALEZA, BRAZIL - MARCH 11:   Kelvin Gastelum stands in the Octagon prior to his middleweight bout against Vitor Belfort of Brazil during the UFC Fight Night event at CFO - Centro de Formaco Olimpica on March 11, 2017 in Fortaleza, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Veja a íntegra do comunicado do UFC:

“A organização do UFC foi notificada que Agência Norte-Americana Antidopagem (USADA) informou Kelvin Gastelum sobre uma potencial violação da Política Antidoping envolvendo Carboxy-Tetrahydrocannabinol (“Carboxy-THC”), que é um metabólito de maconha e/ou haxixe, acima do limite de 180 ng/mL, em uma amostra coletada em período de competição em sua recente luta em Fortaleza, Brasil, em 11 de março de 2017.

A USADA, administradora independente da Política Antidopagem do UFC, tratará da gestão de resultados e da adjudicação apropriada do caso envolvendo Gastelum, já que envolve a Política Antidoping do UFC e futuras participações no UFC. Como a Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) era o órgão regulatório do evento em Fortaleza e tem jurisdição sobre Gastelum, a USADA trabalhará para ter certeza de que a Comissão terá todas as informações necessárias para determinar um julgamento próprio para a potencial violação de Gastelum. Informações adicionais ou declarações do UFC serão fornecidas no momento apropriado na medida que o processo avançar.

Como resultado da potencial violação de Gastelum, a USADA colocou o lutador sob uma suspensão provisória. Embora a Política Antidoping do UFC garanta à Gastelum um processo completo e justo antes de qualquer possível julgamento de seu caso, o lutador está sendo removido do card de 3 de junho, no qual enfrentaria Anderson Silva, e um substituto será procurado.”

Fonte: iG Esporte 

Comentários

Nome

E-mail

Comentário