PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
29 ago 2018

Furacão aproveita bola aérea e passa o Vasco na estreia de Valentim


O jogo adiado da 15ª rodada caiu como uma luva para o Atlético-PR. Em casa, o Furacão foi efetivo, envolveu o Vasco e saiu com os três pontos da Arena da Baixada. O Rubro-Negro, inclusive, ultrapassou o adversário na tabela com o gol único do meia Raphael Veiga, de cabeça, no segundo tempo: 1 a 0 para os atleticanos.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRÃO

> Clique aqui para ver

Drama da bola aérea
Desde o início do jogo, o Atlético-PR assustava o Vasco com os cruzamentos na área. Seja em escanteios, faltas ou jogadas de linha de fundo. A defesa armada por Luiz Gustavo e Bruno Silva teve problemas para conter os atacantes adversários. No início do segundo tempo, Zé Ivaldo aproveitou desatenção da zaga e mandou de primeira no travessão. Pouco depois, aos 18 da etapa final, o Raphael Veiga escorou cruzamento de Léo Pereira, balançou as redes e garantiu a vitória dos atleticanos.

Reencontros
A noite teve um sabor especial para dois personagens: Wellington e Alberto Valentim. O volante, que vestia a camisa do Vasco no primeiro semestre, saiu brigado com a torcida e tenta a volta por cima no Atlético. Teve boa atuação e ajudou o time a vencer em casa. O técnico, que começou a carreira fora dos campos no Rubro-Negro, fez sua estreia pelo Cruz-Maltino e não conseguiu fazer a diferença.

Ataque inoperante
Enquanto o Atlético-PR foi eficaz e pôs a bola para dentro quando teve a chance, o Vasco vacilou e desperdiçou boas oportunidades. Sem Maxi López e com Pikachu pouco inspirado, o time sofreu para finalizar. A dupla de ataque formada por Andrés Rios e Vinícius Araújo foi bem abaixo do esperado. Kelvin e Moresche, garotos que entraram no segundo tempo, também não conseguiram criar perigo na frente.

Sobe e desce na tabela
​Como o jogo era adiado, o Vasco não perderia posições na tabela – apenas a chance de subir. Mas, com os três pontos do Atlético-PR, o time de Alberto Valentim foi ultrapassado e termina a rodada na 15ª colocação. Porém, segue com um jogo a menos que a maioria dos clubes. O Furacão chega à terceira vitória seguida no Brasileirão e, também com um jogo faltando, se consolida na 13ª colocação após o confronto.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 1×0 VASCO


ÁRBITRO:
 Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
GOL: 18’ 2ºT Raphael Veiga (1-0)
PÚBLICO/RENDA: 12.907 presentes/R$ 234.605,00
CARTÕES: Luiz Gustavo (29’ 2ºT) e Léo Pereira (32’ 2ºT)
LOCAL: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

ATLÉTICO-PR: Santos, Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington e Lucho González (Bruno Guimarães 36’/2ºT); Marcinho (Plata 41’/1ºT), Raphael Veiga e Bruno Nazário (Márcio Azevedo 26’/2ºT); Pablo. Técnico: Tiago Nunes.

VASCO: Martin Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Leandro Desábato (Thiago Galhardo 28’/2ºT), Raul e Andrey (Matheus Moresche 41’/2ºT); Vinícius Araújo, Yago Pikachu e Andrés Rios (Kelvin 30’/2ºT). Técnico: Alberto Valentim.

 

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário