PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
20 set 2015

Fora do G4: São Paulo joga mal e perde para o Avaí na Ressacada


Datolo-Atletico-Mineiro-Dudu-MacedoLANCEPress_LANIMA20150920_0136_3Este domingo foi um dia histórico para Breno e o futebol. Depois de vencer o drama da prisão na Alemanha, onde ficou três anos detido, o jogador marcou um gol na partida contra o Avaí, na Ressacada. Foi o símbolo de uma vitória pessoal que precisa ser celebrada. No entanto, para azar do São Paulo, a alegria não se estendeu ao time de Juan Carlos Osorio, que jogou mal e foi derrotado por 2 a 1. O resultado faz o Tricolor terminar a rodada fora do G4 do Campeonato Brasileiro. Não fosse por Breno, não haveria nada o que comemorar.

Breno marcou aos 43 minutos do primeiro tempo, em linda jogada individual que externou sua principal característica, a força física. O zagueiro, que agora atua como volante, deu passadas largas em direção ao gol do Avaí e finalizou com força, de pé esquerdo. Uma força totalmente desproporcional à do São Paulo de Osorio.

De olho na sequência da temporada, nos dois jogos contra o Vasco pela Copa do Brasil nas duas próximas quartas e no clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo, o técnico colombiano pôs em prática sua filosofia de rodízio e entrou com uma formação nova. O garoto Lyanco, de 18 anos de idade, foi lateral-direito. Pato, principal estrela do time em Florianópolis, ficou no banco e deu lugar a João Paulo, também de 18 anos. O time produziu pouco.

AS investidas do São Paulo se resumiram a escapadas pelos lados, ora com Rogério, ora com Carlinhos. A fragilidade ofensiva permitiu ao Avaí crescer no jogo, se soltar e abrir o placar aos 17 minutos. Marquinhos cobrou falta que ele mesmo sofreu no canto esquerdo de Renan Ribeiro. A bola bateu na trave antes de entrar. Um castigo que só foi minimizado com o gol de Breno.

Sem mudanças, o time de Osorio não voltou mais forte para o segundo tempo. A tendência do jogo se confirmou, com o Avaí rondando a área de Renan Ribeiro. Aos sete minutos, Eduardo Neto acertou o travessão. Era o sinal: a equipe da casa estava próxima do gol e de deixar o Z4.

Aconteceu aos 26 minutos do segundo tempo, com um vacilo da defesa são-paulina. Anderson Lopes recebeu com liberdade dentro da área, teve espaço para limpar a marcação e bater cruzado no canto de Renan Ribeiro. Neste momento, o gol histórico de Breno ficou em segundo plano.

Osorio ainda tentou lançar Pato, Thiago Mendes e Bruno, jogadores de sua confiança, mas não houve jeito. O gol de Breno era mesmo o único motivo a se comemorar. No campeonato da vida, não é pouca coisa. É um título, eu diria. Mas, no Campeonato Brasileiro, não significou nada para o Tricolor, que agora terá o clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo, para se reabilitar. Se vencer, volta ao G4. Vai precisar da força de Breno.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio da Ressacada, Florianópolis (SC)
Data/hora: 20/09/2015, 16h
Árbitro: Jaílson Macedo de Freitas (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (BA) E Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Cartões amarelos: Everton Silva , Anderson Lopes e Emerson (AVA); Auro, Renan Ribeiro, Rogério e Carlinhos (SAO)
Público/Renda: R$: 214.830,00/9.579 pagantes.

GOLS: Marquinhos 17’/1ºT (1-0); Breno 43’/1ºT (1-1); Anderson Lopes 23’/1ºT (2-1)

AVAÍ: Vagner; Everton Silva, Emerson, Antonio Carlos e Romário; Adriano, Rudnei (Tinga – Intervalo) , Eduardo Neto e Marquinhos (Pablo 32’/2º T); Renan Oliveira (Anderson Lopes 14’/2º T) e Léo Gamalho. Técnico: Gilson Kleina.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Lyanco (Bruno 14’/2º T), Rodrigo Caio e Lucão e Matheus Reis; Breno, João Schmidt (Thiago Mendes 12’/2º T) , Wesley e Carlinhos; Rogério e João Paulo (Pato 18’/2º T). Técnico: Juan Carlos Osorio.

 LANCENET!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário