PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
18 set 2015

Fla bota 67 mil no Mané Garrincha, mas perde para o Coxa e o 4º lugar


HOME-Campeonato-Brasileiro-SpadaTripe-Fotografia_LANIMA20150917_0272_53Nem todos os recordes foram quebrados. No Mané Garrincha, na noite desta quinta-feira, em Brasília, o Flamengo entrou em campo tentando a sétima vitória consecutiva para conseguir a melhor sequência de sua história em Brasileiros, mas encontrou do outro lado um Coritiba forte que aproveitou as falhas rubro-negras para vencer por 2 a 0. Diante de 67.011 torcedores pagantes, recorde quebrado nesta edição da competição.

Foi a primeira vez que o Flamengo não se encontrou em campo neste quase um mês sob o comando de Oswaldo de Oliveira. A dupla de zaga César Martins e Samir bateu muita cabeça e o setor defensivo em um todo deixou buracos para o Coritiba. Logo aos sete minutos, o árbitro marcou pênalti para os paranaenses após bola na mão de Pará. Kleber foi para a cobrança e converteu.

O gol sofrido muito cedo atrapalhou ainda mais um Flamengo bagunçado em campo. A defesa já estava ruim e o ataque também parou de funcionar. Aos 24 minutos, César Martins falhou feio, cedendo contra-ataque ao Coritiba. Carlinhos levantou a bola na grande área, Negueba conseguiu escorar sem marcação e Henrique Almeida, livre, não teve trabalho para ampliar o marcador.

Oswaldo de Oliveira até tentou colocar o Flamengo nos eixos no intervalo, mas era tarde demais. Ney Franco, até por conhecimento da técnica dos jogadores rubro-negros pelo período que treinou o clube, modificou o Coritiba, que quase não deu espaço para o Fla. A entrada de Ederson até melhorou um pouco a qualidade do passe no meio de campo carioca, mas os demais setores ainda estavam atrapalhando a atuação.

FOTOS-Coritiba-Garrincha-Adalberto-MarquesAGIFLancepress_LANIMA20150917_0275_38

Apesar de ter interrompido a sequência invicta no comando do Flamengo, Oswaldo de Oliveira ainda tem créditos com o torcedor, tanto que no apito final do árbitro uma parte do público presente no Mané Garrincha gritou o seu nome. A briga por uma vaga na Copa Libertadores continua, mesmo terminando a rodada fora do G4. O recorde de vitórias ficou para outra oportunidade.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 2 CORITIBA

Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data-Hora: 17/9/2015 – 21h
Árbitro: Marielson Alves da Silva (BA)
Auxiliares: Cleriston Cley Barreto Rios (Fifa/SE) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Público/renda: 67.011 pagantes/R$3.995.500,00
Cartões amarelos: Pará, César Martins, Leandro Silva, Kleber e Alan Santos
Cartões vermelhos:
GOLS: Kleber (8’/1ºT) e Henrique Almeida (24’/1ºT)

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Canteros (Almir, 24’/2ºT), Everton (Marcelo Cirino, 30’/2ºT), Alan Patrick e Paulinho (Ederson, intervalo); Kayke – Técnico: Oswaldo de Oliveira.

CORITIBA: Wilson, Leandro Silva, Walisson Maia, Juninho e Carlinhos; João Paulo e Alan Santos, Negueba (Raphael Lucas, 17’/2ºT), Lúcio Flávio e Henrique Almeida (Thiago Galhardo, intervalo); Kleber (Paulinho, 33’/2ºT) – Técnico: Ney Franco.

LANCENET!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário