PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
10 jan 2017

FELC realiza Exposição em homenagem a Padre Antônio Anacleto durante o mês de janeiro


Em comemoração aos 120 de nascimento do Padre Anacleto, a Fundação Educacional Lica Claudino (FELC), recebe a Exposição do “Padre Antônio Anacleto”. A mostra será aberta à visitação durante este mês de janeiro.

Os visitantes da exposição poderão conhecer um pouco da vida e trajetória de Antônio Anacleto e também diversas imagens que fazem parte da coleção particular do Padre.

O vigário Antônio Anacleto de Andrade nasceu em 28/01/1897 no Sítio Pau D’ carco, município de São do Rio do Peixe. Entre 12 irmãos (Cícero, José, Laudemiro, Joaquim, Juvino, Otávio, Maria, Francisca, Alexandrino, Raimunda e Santa), ele foi o 4º filho do casal José Anacleto de Andrade e Alexandrina de Andrade.

dsc_0574-copiaAinda criança (aproximadamente oito anos), teve como apelido “Tonheiro” e veio residir no Distrito de Fazenda Nova, acompanhado de sua família, que, apesar de numerosa, com recursos parcos, seus pais não mediram esforços para financiar os estudos do filho.

Aprendeu as primeiras letras em Fazenda Nova com um professor contratado por seu pai para ministrar aulas aos seus filhos e afiliados. Em seguida, veio para Uiraúna, então Belém, de onde, pouco tempo depois, seguiu para o Colégio Pe. Rolim, em Cajazeiras – PB, onde manifestou de vez o desejo de se ordenar padre. Vale salientar que todo esse percurso era feito a lombo de burro.

Concluindo essa etapa, partiu para o Seminário de Prainha, em Fortaleza – CE e, em na sequência, foi para a pequena cidade de Posteriormente se deslocou para João Pessoa – PB, onde concluiu seus estudos ecléticos e permaneceu por um período de nove anos até que em 8 de dezembro de 1928, com 30 anos de idade, recebeu o sacerdócio pelas mãos do Sr. Bispo D. Adauto e, em 13 de dezembro do mesmo ano, celebrou a sua 1ª Missa na Capela de Nossa Senhora da Conceição, em Fazenda Nova.

Foi um acontecimento inédito e festivo, além de inesquecível. Fazenda Nova recepcionou o seu adotado filho ilustre, acolhendo, com igual carinho, amigos da família, autoridades e vários colegas padres que vieram prestigiar esse maravilhoso evento.

Em Santa Luzia começou sua peregrinação sacerdotal, depois transferido para Conceição de Piancó, e, em seguida, para Jatobá (hoje Brejo da Cruz), todas no Estado da Paraíba.

Enfim, a consagração do sonho vocacional: foi nomeado Vigário da Paroquia Jesus, Maria e José (J.M.J) de sua tão amada Uiraúna, permanecendo por um período de 42 anos, onde, merecidamente, foi contemplado com a patente de Cônego sem abdicar de sua modéstia e sem nunca deixar de ser querido.

Da Redação – UIRAUNA.NET  com informações de Severina Fernandes

Fotos: João Neto

Comentários