PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
21 out 2015

Familiares, amigos e fãs se despedem da atriz Yoná Magalhães no Rio


1yona-atriz-velorioFamiliares, amigos e fãs da Yoná Magalhães foram nesta quarta-feira (21) ao Memorial do Carmo, no Rio, para prestar as últimas homenagens à atriz, que morreu aos 80 anos na terça após complicações em decorrência de uma cirurgia para correção de uma insuficiência cardíaca.

O velório aberto ocorreu entre as 10h e 13h, quando o corpo foi encaminhado para a cerimônia de cremação, apenas para familiares e amigos mais próximos.

Durante o velório, o filho, Marco Magalhães, falou da importância de Yoná na história da teledramaturgia: “Minha mãe foi a primeira grande estrela desse fenômeno chamado novela. Com muita humildade ocupou todos os espaços que uma atriz pode ocupar. O que fica é a generosidade e a beleza mais etérea que eu possa imaginar”, afirmou.

Ele ainda relembrou os últimos momentos de vida da mãe: “Ela lutou muito pela vida. Enfrentou uma doença cardíaca grave e deu uma aula de fibra e de vida. Sempre foi otimista com a recuperação”. A atriz foi a mocinha pioneira na teledramaturgia da TV Globo. Participou de dezenas de novelas, na Globo, na Bandeirantes e na Tupi, além de filmes como “Deus e o Diabo na Terra do Sol” (1964), de Glauber Rocha.

A atriz e diretora de teatro Stella Freitas lembrou a parceria nos palcos e na TV com Yoná. “Nós fizemos peças juntas, viajamos pelo Brasil, fizemos novelas juntas. Ela foi tudo para mim. Ela entrou em um momento especial e virou referência de sabedoria e alegria. Só lembro de coisas boas. E quando eu olhei ela agora a gente sabe que aquela que está ali não é a Yoná. Fico tranquila”, disse.

No período de internação, ela conta que respeitou o momento difícil enfrentado pela amiga: “Ela ficou reclusa e sempre foi uma mulher muito reservada. Só mandava mensagens, mas não fui visitá-la. A última vez que eu vi foi há dois meses”.

Arlete Salles disse que sentirá saudades da atriz e resgatou um momento marcante com ela. “O nosso melhor encontro no teatro foi na ‘A Partilha’. Ela substituiu a Natália do Vale durante um ano e sempre tivemos uma relação de afeto e admiração”, expressou.

O ator Othon Bastos também falou da falta que sentirá e destacou a amizade com a atriz. “Ela lutou para conseguir o sucesso dela. Eu me lembro da Yoná há 53 anos quando ela começou comigo quando fizemos juntos Deus e o Diabo na Terra do Sol. Nossa amizade veio ao longo desses anos. É uma loucura você ver e sentir a perda de uma colega, amiga, parceira como Yoná. Linda, amável e simpática. Vai deixar muitas saudades”, declarou.

A cerimônia de cremação foi realizada em cerca de vinte minutos. “Foi uma despedida suave, sem choro, sem desespero, com cânticos, orações e muito amor. Foi tudo muito bonito”, contou Salles.

Yoná fez parte do elenco das novelas “Paraíso Tropical”, “Senhora do Destino”, “As Filhas da Mãe”, “A Próxima Vítima”, “Meu Bem, Meu Mal”, “Tieta” e “Roque Santeiro” e das séries “Tapas & Beijos”, “Carga Pesada”, “Engraçadinha” e “Grande Sertão: Veredas”. Seu último trabalho na TV foi em “Sangue Bom”, em 2013.

Comentários

Nome

E-mail

Comentário