PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
10 out 2016

Exigência do público leva telejornais a mudarem de cara


É bem interessante verificar como os telejornais, de uma maneira geral mesmo, modificaram aos poucos a sua maneira de se apresentar, deixando meio que de lado os assuntos policialescos ou entendidos como de maior apelo de audiência, pelo noticiário político.

Iniciativa deles? Claro que não. Souberam apenas ter sensibilidade para perceber e rapidamente procurar atender uma clara reivindicação do próprio telespectador.

Os assuntos políticos e de maior interesse da população foram priorizados em todos os espelhos, sempre destacados antes que os demais, em alguns casos, entendidos como simples consequência.

Uma diferença de comportamento que nos leva a entender como absolutamente lógica e justificada a reclamação de várias emissoras da Rede Record em se diminuir a carga do noticiário policial ao longo da programação. Tem tudo a ver.

A busca de uma maior e melhor audiência não passa mais por aí.

celso-freitas-e-adriana-araujo-ancoras-do-jornal-da-record-1461925583538_615x300

Gente grande

O trabalho da CNN na cobertura do furacão Matthew foi outra demonstração do que o bom jornalismo é capaz de oferecer.
Antes de tudo, um trabalho de coragem, sem medo de correr riscos.

Time delay – 1

O segundo turno das eleições levou as grandes redes a usarem estratégias diferentes para organizar suas grades, até pelo fato de uma cidade como São Paulo se desobrigar da propaganda política.

Todas procuraram resolver o problema a seu jeito.

Time delay – 2

A Globo, nas praças do segundo turno, passou a iniciar o “Jornal Nacional” às 20h15, para interromper às 20h30 e cumprir os 20 minutos obrigatórios.
São Paulo e as demais cidades, que já tiveram as eleições decididas, levam ao ar os 15 minutos iniciais que as outras praças já assistiram. E todas voltam a se encontrar, ao vivo, a partir das 20h50.

Gravando

Otávio Mesquita começou no sábado e deve completar hoje as gravações do primeiro “OM – Operação Mesquita”, que vai ocupar o começo das tardes de sábado do SBT.
Estreia na segunda quinzena de novembro e vai direto daí em diante, sem parar, mesmo nas férias do fim do ano.

UOL 

Comentários

Nome

E-mail

Comentário