PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
18 maio 2015

Evangélicos fazem “humor gospel” na web tirando sarro da própria religião


meiryelle-martins-canta-a-musica-so-bebo-coca-parodia-do-hit-call-me-maybe-1431725982887_615x300Meiryelle Martins no vídeo “Só Bebo Coca”, paródia do hit “Call me Maybe”
O hit pop “Call Me Maybe”, de Carly Rae Jepsen, ganhou uma versão brasileira mais comportada. Trata-se da paródia “Só Bebo Coca”, escrita pelo professor carioca de biologia Franklin Medrado, 29, e interpretada pela engenheira Meiryelle Martins, 24.

Em menos de um mês, o vídeo postado por Medrado no canal “Tipo Assim”, do YouTube, já teve mais de 300 mil visualizações e está ajudando a revelar um novo filão que surgiu na internet brasileira: o humor gospel. A letra da música faz graça com os evangélicos mais aguerridos e conta a história de uma garota, filha de pastor, que, ao ser convidada por um rapaz para ir ao bar, diz a ele que é crente e não bebe álcool, só Coca-Cola (assista ao vídeo aqui).

“É uma piada”, diz Medrado, que é evangélico, ao comentar críticas de pessoas que não entenderam a brincadeira. “Muita gente achou que a Meiryelle fosse mesmo filha de pastor e que no casamento dela não tivesse entrado vodca, só Del Valle e Coca”, conta. No clipe, a personagem surge como uma menina inocente que segue rigorosamente os preceitos da igreja. “Fazemos graça com a cultura gospel e só quem é da igreja entende algumas expressões”, diz ele, citando termos como “sapatinho de fogo”, “ungido” e “ímpio”, entre outros. “Ser evangélico não quer dizer que você tem que ser chato”, completa.

Meiryelle, que também é evangélica, conta que quem a conhece achou o vídeo divertido. Outras pessoas, porém, não viram dessa maneira. “Me falaram que eu fiz esse vídeo para ficar famosa. Se fosse isso, eu teria usado uma maquiagem mais bonitinha”, diverte-se ao lembrar que ela e Medrado pensaram que a música seria visualizada, no máximo, por umas 5 mil pessoas. A jovem, aliás, tem um canal no YouTube onde canta hits pop “seculares” (que é a maneira como evangélicos se referem à música que não é gospel) de Taylor Swift, Beatles e Ed Sheeran.

os-integrantes-do-grupo-de-humor-gospel-do-ceara-profetirando-1431727853353_300x300Outros grupos como Profetirando, Cristão na Internê, Humortal, Profetada Gospel e Gospelmente Incorreto seguem o mesmo filão, capitaneado pelo Tipo Assim. Sem falar palavrões e de acordo os preceitos da igreja, esses grupos evangélicos conseguem fazer graça sem perdoar ninguém.
O publicitário cearense Thiago Matso, 26 anos, do Profetirando, disse que começou o canal em 2010 inspirado por sites como Kibe Louco e Não Salvo. “Diferentemente do humor secular, o gospel tem limites”, diz Matso. “Não gosto de ofender as pessoas. Quero elas rindo comigo”.
Além de ser publicitário, Thiago tem um grupo de humor em Fortaleza. “Aqui é a terra do humor. Faço stand-up comedy também”, conta. A atuação de Thiago, aliás, foi aprovada por sua pastora, apesar de o universo gospel também ser alvo de suas piadas.

Já o estudante de publicidade paulista Felipe Henrique, 22, é um dos humoristas do Profetada Gospel, criado por Felipe Stresser como uma página no Facebook. “O pessoal mais tradicional não aceita bem o humor”, conta. “Para nós, o humor é mais um veículo para passarmos uma mensagem positiva para as pessoas.”

Em um dos vídeos publicados pelo Profetada, os humoristas fizeram uma paródia de MC Guimê e criaram o funk “Pastores Ostentação”, cuja letra critica os pastores que só querem saber do dízimo: “Nossos membros são fiéis / ‘Trizimam’ de coração / Mas ‘nóis’ só pede porque sabe que eles dão / Nego me vê e fica bolado / Pastores ostentação”.

Comentários

Nome

E-mail

Comentário