PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
6 out 2017

Espanha ‘brasileira’ vence Albânia e vai à Copa


Com a vitória por 3 a 0 sobre a Albânia, somada ao empate por 1 a 1 entre Itália e Macedônia, a Espanha carimbou seu passaporte para mais uma Copa do Mundo. Será o 15º Mundial da “Fúria”, sendo o 11º consecutivo – a última vez que a equipe ibérica ficou de fora foi em 1974, quando fracassou nas eliminatórias. Com um dos melhores elencos do mundo, recheado de estrelas de grandes campeonatos europeus, como La Liga e Premier League, o time fez uma eliminatória bastante tranquila, estando invicta até agora e deixando a Azzurra para trás, garantindo a classificação para a Copa com uma rodada de antecedência. No ano que vem, o objetivo é limpar o vexame dado em 2014, quando os espanhóis foram eliminados ainda na fase de grupos, e repetir a mágica campanha de 2010, quando a “Fúria” conquistou seu primeiro e único título mundial de maneira emocionante.

Técnico

JULEN LOPETEGUI
Julen Lopetegui pode até não ser um nome tão conhecido assim do grande público, mas poucos sabem mais sobre seleção espanhola do que ele. Ex-goleiro com passagens por Barcelona e Real Madrid, ele fez todo o caminho pelas categorias de base da “Fúria”: começou como assistente no sub-17 e depois foi treinador do sub-19, do sub-20 e também do sub-21 – com direito a duas conquistas da Eurocopa. Ou seja: ele conhece todos esses jogadores desde pequenos. O problema é que ele também encontra alguns críticos ao seu trabalho. Afinal de contas, tem pouca experiência com times principais e nunca conseguiu um título – ele ainda passou duas temporadas no Porto antes de assumir de fato a Espanha. Para atrapalhar ainda mais, Lopetegui ainda encontrou um “problemão” inesperado pela frente, com o pedido de separação da Catalunha e várias vaias ao zagueiro Gerard Piqué, defensor da independência da comunidade autônoma. Com uma ótima geração nas mãos, porém, ele terá no Mundial da Rússia uma chance de ouro de provar a todos dentro de campo de que é, sim, um dos melhores treinadores do planeta.

ISCO
Em meio aos novos galácticos do Real Madrid, ninguém dava tanta importância a Isco. Afinal de contas, o setor ofensivo era completamente dominado pelo trio BBC. Aos poucos, porém, isso mudou completamente, e hoje ele até é considerado um dos jogadores mais importantes da equipe merengue. Isco surgiu nas categorias de base do Valencia, mas só teve tempo de se destacara no time B antes de ser comprado pelo Málaga por 6 milhões de euros, ainda com 19 anos de idade. Na nova casa, fez parte de uma classificação histórica à Uefa Champions League e precisou de apenas duas temporadas para chamar a atenção do gigante Real Madrid. O meia chegou ao Santiago Bernabéu ainda no meio de 2013 por 30 milhões de euros. Teve dificuldades para ganhar ser espaço dentro de um elenco tão estrelado e chegou até a ser especulado em outros clubes. Com a chegada de Zinedine Zidane, porém, tudo mudou. Aproveitando também as lesões constantes de Gareth Bale, ganhou seu espaço no time e foi fundamental na conquista do bicampeonato da Champions. Ex-companheiro no Real, o goleiro Iker Casilla havia previsto ainda em 2015 que Isco seria um dos principais jogadores da Espanha. Hoje, dois anos depois, ele vem credenciado como um dos artilheiro espanhol nas eliminatórias e já pode ser considerado o principal astro da equipe para a Copa.

 

 

Capital: Madrid

Área: 505.990 km²

Habitantes: 46.468.102 (2016)

PIB: US$ 1,769 trilhões (2017)

 

1930 Não disputou as eliminatórias
1934 Eliminada nas 4ªs de final (5º lugar)
1938 Desistiu das eliminatórias
1950 4º lugar
1954 Não se classificou
1958 Não se classificou
1962 Eliminada na fase de grupos (13º lugar)
1966 Eliminada na fase de grupos (10º lugar)
1970 Não se classificou
1974 Não se classificou
1978 Eliminada na fase de grupos (10º lugar)
1982 Eliminada na 2 fase (12º lugar)
1986 Eliminada nas 4ªs de final (7º lugar)
1990 Eliminada nas 8ªs de final (10º lugar)
1994 Eliminada nas 4ªs de final (8º lugar)
1998 Eliminada na fase de grupos (17º lugar)
2002 Eliminada nas 4ªs de final (5º lugar)
2006 Eliminada nas 8ªs de final (9º lugar)
2010 Campeã
2014 Eliminada na fase de grupos (23º lugar)

 

Fonte: ESPN

Comentários

Nome

E-mail

Comentário