PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
21 jan 2019

Equipe de arbitragem de Fla x Bangu será chamada à comissão da Ferj


A equipe de arbitragem da partida entre Flamengo e Bangu, que aconteceu no último domingo e terminou com o triunfo rubro-negro por 2 a 1 no Maracanã, será chamada à comissão de arbitragem e a árbitra adicional número 2, Rejane Caetano da Silva, será encaminhada para treinamento específico.

O motivo é o lance que gerou o primeiro gol do Flamengo, quando o Bangu vencia o duelo por 1 a 0. Aos 13 minutos do primeiro tempo, em uma disputa próxima à linha de fundo, a bola sai, mas a arbitragem não paralisa o jogo. A sequência do lance resultou em pênalti a favor da equipe de Abel Braga.

Depois da saída da bola – não marcada pela arbitragem – Renê cruza para Diego, que finaliza e Jefferson defende, mas, após o desvio de goleiro, a bola pega no braço de Felipe Dias, que entrou de carrinho para impedir o gol do camisa 10 do Fla. Foi apontada a penalidade e o jogador do Bangu foi expulso.

Em súmula, o árbitro Bruno Arleu de Araújo explicou a expulsão de  Felipe Dias. Não houve registro da saída de bola, uma vez que não são citados lances técnicos.

O lance, porém, a atenção de Sergio Santos, coordenador de ensino do COAF-RJ, que confirmou que o quinteto será chamado à comissão de arbitragem.

– Na partida entre Flamengo e Bangu, aconteceu um lance inusitado que acabou no primeiro gol do Flamengo. Em uma jogada rápida, dois jogadores, um de cada equipe, acabam por sair pela linha de meta próximo à árbitra adicional 2, que se vê obrigada a sair da posição para não ser derrubada. Neste momento, a árbitra perde a visão da bola, pois não mais se encontra na posição que deveria estar para a avaliar com precisão se a bola saiu ou não do campo de jogo. O atleta do Flamengo, muito rapidamente, consegue devolver a bola ao campo e cruza para o companheiro, que dispara para o gol – afirmou Sergio Santos, em vídeo divulgado pela Ferj nesta segunda, antes de seguir:

– A equipe de arbitragem desta partida será chamada para vir à comissão de arbitragem para que, novamente, possamos falar sobre a importância de um bom posicionamento e o deslocamento do árbitro do árbitro adicional quando ocorrerem jogadas deste tipo. A árbitra adicional 2 será direcionada para treinamento específico para que possa retornar às designações. Esse lance também é um bom exemplo para o uso do VAR. Como foi marcado o pênalti, tudo que aconteceu antes da marcação é analisado pelo arbitro de vídeo e ficaria constatado que a bola teria saído. Assim, o pênalti não seria marcado e o atleta do Bangu não teria sido expulso.

O pênalti foi convertido por Diego e, no segundo tempo, Rhodolfo, de cabeça, garantiu a virada para o Flamengo. O camisa 10 ainda teve oportunidade de ampliar, em nova penalidade, mas, desta vez, Jefferson defendeu a cobrança.

 

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário