PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
27 maio 2018

Em tom de choro, Esporte Interativo encerra transmissão da Champions com incerteza


Desde 2016, o Esporte Interativo é o canal detentor dos direitos da UEFA Champions League, maior competição de clubes do futebol mundial. Com um ciclo de três temporadas que se encerrou com a que consagrou o Real Madrid como tricampeão da competição nesse sábado (26), o futuro da Copa no canal é incerteza.

Tudo indica que o EI irá novamente com força lutar pela exclusividade dos jogos na TV paga, com todo o respaldo financeiro que a Turner oferece. O ESPN, principal rival nessa disputa, no entanto, promete brigar de igual pra igual a fim de adquirir novamente os direitos. O canal tem conversa avançada com o SporTV para uma proposta conjunta à UEFA para barrar o Esporte Interativo.

Em meio a tal incerteza, a transmissão da partida final da edição 2018 neste sábado ganhou clima de choro. O Esporte Interativo montou uma super estrutura e mostrou bonito no último jogo, inclusive com um estúdio montado dentro do estádio. Após o jogo, a transmissão ainda se manteve por duas horas com as análises da competição.

Os principais apresentadores e comentaristas responsáveis pela transmissão fizeram uma espécie de “despedida” do público. A apresentadora Taynah Espinoza, por exemplo, não conteve o choro e analisou o período como “três anos de sonho”.

Quem também entrou em clima de despedida foi André Henning, que exaltou o nível de transmissão do torneio e destacou que a próxima detentora dos direitos (inclusive o próprio EI) terá que ralar muito para igualar a qualidade.

“O contrato se encerrou hoje. Então a gente não sabe se estará aqui. Mas uma coisa temos certeza: não iríamos terminar esse ciclo sem fechar as portas do estádio, porque foi isso que a gente fez durante esses três anos. O que vai acontecer a gente não sabe, mas tenho certeza de uma coisa: quem tiver os direitos das próximas temporadas, se preparem – isso inclui a gente -, porque o sarrafo está lá no alto. Tenho pena de quem transmitir na próxima temporada, porque vai ter que ralar muito para se igualar à nossa cobertura. Inclusive a gente”, disse.

O comentarista Vitor Sérgio Rodrigues comentou sobre a desconfiança inicial sobre o canal: “Quando o Esporte Interativo conquistou o direito de transmissão da Champions, muita gente que nunca tinha ouvido uma transmissão do EI começou a atacar o canal. E hoje recebi várias mensagens de ‘critiquei no começo, mas vocês fazem um trabalho muito bom’”.

 

Fonte: TV Foco

Comentários

Nome

E-mail

Comentário