PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
9 set 2017

Em jogo marcado por susto com Ederson, City goleia Liverpool e quebra tabu de 80 anos


O confronto entre Manchester City e Liverpool uniu duas das principais equipes na briga por título da Premier League. A promessa de um jogão entre as duas equipes se concretizou com um show dos donos da casa. Com gols de Sergio Aguero, dois de Gabriel Jesus e outros dois de Leroy Sané, os Citizens golearam por 5 a 0. Essa foi a primeira vez que a equipe venceu o Liverpool por mais de quatro gols de diferença desde 1937.

No Liverpool, o técnico Jürgen Klopp optou por não relacionar Philippe Coutinho. Depois de toda a negociação envolvendo o jogador, o clube e o Barcelona, a expectativa era de que o brasileiro estivesse ao menos no banco de reservas. A justificativa de Klopp é da falta de ritmo do meia apesar da participação nos jogos da Seleção Brasileira.

A alternativa de Pep Guardiola foi de retornar ao 3-5-2 ao invés do 4-3-3, utilizado na última partida contra o Bournemouth. Lateral-direito, Danilo vem ganhando chances como zagueiro e formou a defesa junto de Stones e Otamendi.

A partida começou equilibrada, mas o City se mostrava mais perigoso nas vezes em que aparecia no ataque. Um dos setores mais explorados pela equipe foi pela esquerda, aproveitando a inexperiência e o nervosismo do jovem lateral Maximilian-Arnold.

Do outro lado, a aposta era na velocidade do leve ataque do Liverpool contra uma defesa mais pesada. Isso ficou claro quando no primeiro confronto entre Salah e Otamendi, o egípcio foi derrubado próximo a área e o zagueiro recebeu cartão amarelo.

A qualidade na criação no meio-campo, porém, começou a ficar evidente. Kevin de Bruyne deu lindo passe em profundidade para Aguero, e o argentino limpou Mignolet e abriu o marcador aos 23 minutos do primeiro tempo.

A chance do Liverpool de igualar o marcador esteve perto de acontecer logo em seguida, mas Ederson fez ótima defesa em chute cruzado de Salah.

A aparição do goleiro salvando o chute e o possível gol dos Reds antecedeu uma forte dividida com Sadio Mané. Com a bola fora da área, Ederson foi de cabeça e acabou sendo acertado no queixo pelo atacante, que foi expulso após o lance.

O goleiro teve de ser atendido e levado de maca para fora do estádio e foi substituído por Claudio Bravo.

MANCHESTER, ENGLAND - SEPTEMBER 09: Gabriel Jesus of Manchester City celebrates after scoring a goal to make it 3-0 during the Premier League match between Manchester City and Liverpool at Etihad Stadium on September 9, 2017 in Manchester, England. (Photo by Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images)

A longa parada obrigou o árbitro Jonathan Moss a acrescer oito minutos ao primeiro tempo. Tempo suficiente para Gabriel Jesus marcar duas vezes – ainda que só uma valesse.

Aos 47, o atacante aproveitou saída errada de Mignolet e marcou de cabeça. A jogada, no entanto, já estava paralisada por impedimento.

Quatro minutos depois lá estava ele novamente, e dessa vez sem impedimento. Assim como no primeiro gol, ótima assistência de De Bruyne. Desta vez o belga deu belo cruzamento e Gabriel Jesus sem nenhuma marcação dentro da área só teve o trabalho de balançar as redes logo antes do término da primeira etapa.

Com um jogador a menos e uma desvantagem de 2 a 0 no marcador, a alternativa do Liverpool foi se fechar como pôde e tentar algo através dos contra-ataques. Klopp tirou Salah e promoveu a estreia de Alex Oxlade-Chamberlain, contratado do Arsenal, como uma tentativa de continuar com a velocidade no ataque e ganhar uma maior marcação pelos lados do campo.

Mas qualquer tentativa de reter as jogadas ofensivas do City e de achar algum gol foi rapidamente por água abaixo. Se Aguero recebeu passe de De Bruyne no primeiro gol, dessa vez que deixou na cara do gol foi Fernandinho. Frente a frente com Mignolet, o atacante não foi fominha e serviu Jesus para fazer o seu segundo no jogo e o terceiro do City.

A partir daí, o Liverpool não teve mais reação e restou ao time de Guardiola administrar o jogo. Leroy Sané entrou no lugar de Gabriel Jesus e não quis saber de só controlar o jogo. O alemão marcou mais duas vezes e transformou a ótima vitória em uma goleada implacável. 5 a 0 e uma tarde dos sonhos para os Citizens.

Esta foi a terceira vitória em quatro jogos do Manchester City na Premier League. Com 10 pontos, a equipe assume momentaneamente a liderança da tabela e espera as partidas dos rivais. Agora o próximo adversário será o Watford, fora de casa no próximo sábado, 26.

O Liverpool busca a recuperação depois da pesada derrota jogando contra o Burnley em casa, no mesmo dia. Essa foi a primeira derrota na competição, depois de ter vencido duas vezes e empatado uma.

Fonte: ESPN

Comentários