PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
28 ago 2016

Em corrida ‘caótica’, Rosberg vence na Bélgica, mas Hamilton consegue ser 3º e segue líder


Parecia que daria tudo errado, mas foi tudo quase perfeito para Lewis Hamilton no Grande Prêmio da Bélgica. Graças a uma corrida “caótica” em Spa-Francorchamps, o britânico que acumulou 60 punições no grid de largada terminou em terceiro e segue líder do Mundial de Pilotos, apesar da vitória de Nico Rosberg neste domingo.

O alemão, que chegou à 13ª corrida da temporada com 19 pontos de desvantagem para o companheiro de Mercedes, tinha tudo a seu favor para assumir a liderança da temporada. Rosberg fez sua parte, liderando de ponta a ponta. O problema é que Hamilton saiu de uma 21ª colocação para terceiro, mantendo sua condição.

Da última fila, graças à punição por uma série de mudanças da equipe em seu carro, Hamilton só se beneficiou de uma primeira volta “maluca” na Bélgica. Logo na largada, as duas Ferraris se tocaram, com Sebastian Vettel ficando atravessado na pista. Foi o início de uma série de confusões, que forçaram vários abandonos.622_a0c1eff6-7c27-3323-9f73-43dfa6ef8011

O brasileiro Felipe Massa, da Williams, também se deu bem, saltando para o quarto lugar, após largar em décimo. O outro piloto do país, Felipe Nasr, da Sauber, teve um pneu furado em meio ao tumulto e logo precisou ir aos boxes – assim como o jovem holandês Max Verstappen, que estreava na primeira fila na Fórmula 1.

Na sexta volta, quatro carros já haviam abandonado. E viriam mais problemas: o dinamarquês Kevin Magnussen, da Renault, escapou e bateu muito forte na proteção de pneus, forçando bandeira vermelha para corrigir os danos na área de segurança. No retorno da prova, Hamilton já era quinto, uma posição a frente de Massa.

325_5e5080bc-a317-38c4-a53b-593c19831fdeNão demorou muito para que o líder do Mundial entrasse na zona de pódio, deixando Fernando Alonso, da McLaren, e Nico Hulkenberg, da Force India, para trás. Quando foi aos boxes pela última vez, na 34ª volta, Hamilton voltou em quarto, mas voltou a ultrapassar o piloto alemão. Os dois primeiros lugares, porém, não foram ameaçados.

Rosberg, praticamente, passeou, mantendo a primeira posição desde a largada. Daniel Ricciardo, da Red Bull, saiu em quinto, mas quando assumiu a vice-liderança, também não a largou mais. Foi a segunda vez consecutiva que o australiano subiu ao pódio no segundo lugar, repetindo o que ocorreu no GP da Alemanha, há um mês.

Entre os brasileiros, Massa acabou terminando na mesma colocação que largou, em décimo, uma posição a frente de Verstappen, que saiu em segundo, e duas atrás de seu companheiro de Williams, o finlandês Valtteri Bottas. Já Nasr foi o 17º, o último entre os que completaram a prova.

Com a vitória, Rosberg chegou aos 223 pontos no Mundial de Pilotos, mas segue atrás de Hamilton, que foi a 232 com o terceiro lugar – Ricciardo vem atrás, com apenas 151. A próxima corrida da temporada da Fórmula 1 acontece já na próxima semana, em Monza, na Itália – depois disso, faltarão sete provas para o fim da temporada.

Veja como ficou a classificação final do GP da Bélgica:

1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
2. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
3. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)
4. Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
5. Sergio Perez (MEX/Force India)
6. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
7. Fernando Alonso (ESP/McLaren)
8. Valtteri Bottas (FIN/Williams)
9. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
10. Felipe Massa (BRA/Williams)
11. Max Verstappen (HOL/Red Bull)
12. Esteban Gutierrez (MEX/Haas)
13. Romain Grosjean (FRA/Haas)
14. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)
15. Jolyon Palmer (GBR/Renault)
16. Esteban Ocon (FRA/Manor)
17. Felipe Nasr (BRA/Sauber)

Sem classificação:

Kevin Magnussen (DIN/Renault)
Marcus Ericsson (SUE/Sauber)
Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso)
Jenson Button (GBR/McLaren)
Pascal Wehrlein (ALE/Manor)

 

 

   Fonte: ESPN

Comentários

Nome

E-mail

Comentário