PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
4 ago 2017

Documentário que homenageia o artista Ciro Fernandes é lançado em Uiraúna


Na noite de ontem (24), foi exibido no auditório João Claudino Fernandes, um documentário sobre o Artista paraibano Ciro Fernandes, muito conhecido por seus trabalhos de xilogravura no Estado do Rio de Janeiro e por todo o Brasil.

O evento teve a iniciativa de Eudes Fernandes em parceria com a Fundação Lica Claudino, Prefeitura Municipal e a Loja Maçônica Vigilantes de Canaã, e contou com a presença ilustre do Presidente da FELC (Fundação Educacional Lica Claudino), o Sr. João Claudino Fernandes, bem como do Prefeito Municipal de Uiraúna, Dr. João Bosco Nonato Fernandes.

Ciro Fernandes é um paraibano que nasceu em 1942, em Uiraúna. Na terra dos músicos, ele aprendeu a amar o trabalho artesanal e, Sua arte, traz até hoje um profundo respeito com o artesanato.

A última vez que Ciro visitou sua terra natal foi ao final dos anos 1970. “Sinto saudade de tudo da Paraíba”, disse.

“Eu gostava muito de caçar e de pescar. Chegava até fazer a minha própria espingarda”, relembra o artista.

Ciro Fernandes foi menino de engenho e lá, nas mãos do seu tio e nos dedos ágeis do instrumentista Chico de Marocas, aprendeu o trabalho artesanal. Ilustrou várias capas de obras: O Menino que Virou Escritor (José Olímpio); um livro de Ana Maria Machado sobre a infância de José Lins do Rego (1901 – 1957) e o disco de Zé Ramalho: 20 anos – Antropologia Acústica (BMG).

O Portal Uirauna.Net conversou com o músico uiraunense que fala do lançamento do filme de Ciro Fernandes

João Eudes Fernandes (Eudinho) conversou com a reportagem do Portal UIRAUNA. Net, a respeito do Filme Documentário sobre Ciro Fernandes, que foi lançado na última segunda-feira (24) em Uiraúna.

O filme documentário do escritor, poeta e gravurista “Ciro Fernandes”, é uma série documental “Invenções da Alma”, com 26 episódios, sendo uma co-produção do canal de assinatura Arte1 do Grupo Bandeirantes, com parceria da Plural Filmes.

A série atravessa o Brasil para apresentar um amplo panorama da arte popular brasileira e, paralelamente, revelar a formação de um povo e a abordagem artística de suas particularidades.

Participam da produção pintores, gravuristas, escultores e mamulengueiros com algo em comum: o fato de não terem estudado artes formalmente.

Confira a entrevista abaixo:

Comentários

Nome

E-mail

Comentário